PUBLICIDADE

Wendel Barbosa segue vivo na busca do bi do Brasileiro Elite

14 jun 2024 - 12h36
(atualizado às 13h12)
Compartilhar
Exibir comentários

No início do quarto dia do Campeonato Brasileiro Elite de 2024, em Brasília-DF, oito lutas foram disputadas no ringue montado no Ginásio Nilson Nelson. Na categoria até 51kg, Wendel Barbosa, atleta integrante da seleção brasileira, venceu o carioca Leandro Medeiros e segue vivo na busca pelo bicampeonato do torneio nacional.

Iniciando a primeira sessão do evento, Wendel subiu no ringue para enfrentar Leandro Medeiros, do Rio de Janeiro. Membro da equipe permanente do Brasil, ele começou conectando os principais golpes e levando a vantagem no round de abertura. Na sequência, Leandro equilibrou a disputa e colocou seu rival em contagem, mas viu ele vencer por 3 a 2. Por fim, o Capitão sacramentou o resultado na decisão unânime de 5 a 0. "Foi uma luta difícil, o adversário era pegado, perdi para ele um mês atrás. Mas eu conquistei a minha revanche, mostrar que eu sou o melhor, continuo sendo o 01", analisou Wendel.

No duelo seguinte, o candango Tauã Cardoso encarou o potiguar Brayan Silva. Mostrando uma grande superioridade ao longo de todo o combate, o atleta da casa se saiu vitorioso nos três assaltos, decretando sua classificação à semifinal por unanimidade. Depois, o baiano Ronaldo Silva também avançou na decisão unânime, eliminando o paranaense Felipe Cardoso. Fechando os boxeadores que garantiram medalha no 51kg, o roraimense Caique Cardoso levou a vaga diante do paraense Fernando Oliveira. Ele triunfou por RSC, definido logo no primeiro round. "Tô bem focado, minha técnica tá sempre me mandando uma força. Vamos para esse ouro, ano passado fui vice e esse ano eu vou ser campeão", comemorou Caique.

Semifinalistas definidos no até 63,5kg

Abrindo a fase de quartas de final da categoria até 63,5kg, Arilson Gonçalves, de Minas Gerais, e Edson Foro, do Distrito Federal, subiram no ringue do Ginásio Nilson Nelson buscando garantir um lugar no pódio do Brasileiro Elite. Arilson começou melhor e largou na frente por 3 a 2. Já na parcial posterior, Edson deixou tudo igual e a decisão ficou para o terceiro round. Na reta final, vitória confirmada para o atleta de Minas Gerais em 3 a 2. "Uma luta muito difícil, já esperava que fosse um combate assim. A gente não para por aqui, o foco é o ouro", disse o mineiro.

Seguindo na mesma chave, o paraense Cleyson Oliveira também levou a melhor na decisão dividida, derrotando o paulista Luis Felipe Vitalino pelo placar de 3 a 2. Já nos confrontos seguintes, duas vitórias por RSC. Primeiro, o baiano Breno Carvalho superou o potiguar Matheus Lima no segundo round. No duelo que fechou a primeira sessão, Daivid Barreto, do Amapá, não deu chance ao paraibano Huxlei Luan e saiu com a classificação já no primeiro assalto.

Comemoração de Arilson Gonçalves na vitória sobre Edson Foro pelo Brasileiro Elite
Comemoração de Arilson Gonçalves na vitória sobre Edson Foro pelo Brasileiro Elite
Foto: Lázaro Viana/@lazarovianafoto / Olimpíada Todo Dia
Olimpíada Todo Dia
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade