PUBLICIDADE
Logo do

Vila Nova

Meu time

Com brilho de Rafael Donato, Vila Nova vence Operário-PR no apagar das luzes

Em jogo de meio de tabela, goianos ficam mais aliviados e se afastam da zona de rebaixamento

28 set 2021 23h32
| atualizado às 23h45
ver comentários
Publicidade

Mais uma partida movimentou a 27ª rodada do Brasileirão Série B. Jogando no OBA, em Goiânia, o Operário recebeu o Operário-PR, nesta terça-feira, 28. Com as duas equipes no meio da tabela, o jogo foi bastante movimentado, tendo direito a expulsão e pênalti. Com gol no apagar das luzes, os goianos venceram por 2 a 1.

PRESSÃO!

O jogo começou bastante movimentado, com as duas equipes querendo sair a todo momento com o gol. Logo no primeiro minuto Clayton mandou uma bomba de canhota, mas a bola saiu em escanteio, após desvio.

GOL...

No entanto, não demorou para que as redes fossem balançadas. Aos 7, na entrada da área, Dudu mandou para o gol, mas Simão espalmou. No rebote, Clayton, de frente para o gol, tocou, mas não conseguiu balançar as redes. A bola, porém, tocou no goleiro e morreu no fundo das redes. Após análise do VAR, o gol foi confirmado.

EM BUSCA DO SEGUNDO!

Aos 12, o Vila Nova teve a chance de ouro para ampliar a vantagem. Os donos da casa apareceram com Alesson, que cobrou escanteio para a área. Simão apareceu para tirar de soco. Na sequência, Clayton mandou na trave, após cabeceio.

JOGO MORNO...

Após as boas investidas, o Vila Nova diminuiu um pouco seu ritmo, o que fez com que o jogo desse uma esfriada. Apesar de conseguir equilibrar o duelo, o Operário-PR não conseguiu chegar com perigo.

NA BRONCA!

O Vila Nova teve mais uma nova oportunidade de aumentar o placar do confronto. Aos 27, Kelvin cruzou da esquerda, Clayton ajeitou, e Alesson dominou, mandando rente à trave. Seis minutos depois, Clayton recebeu e, de voleio, mandou por cima do gol.

PRIMEIRA CHEGADA...

Após o sufoco diante dos donos da casa, o Operário conseguiu chegar com perigo pela primeira vez. Aos 39, em cobrança de escanteio pela esquerda, Fábio Alemão cabeceou perto do gol, quase empatando.

VOLTA MOVIMENTADA!

Os paranaenses mudaram de cara para o segundo tempo. Mais agressivos, conseguiram maiores chances de perigo. De olho na virada, o Operário apareceu aos 5. Após cobrança de escanteio de Djalma Silva, a bola sobrou para Rafael Longuine, que dominou e bateu perto do gol.

RESPOSTA À ALTURA...

O Vila Nova não deixou barato e tentou aumentar o marcador. Aos 7, os anfitriões aproveitaram e, em contra-ataque, Alesson recebeu na direita, batendo forte. A bola, porém, apenas saiu perto do gol. Na sequência, Arthur Rezende aproveitou passe de Dudu para mandar rente à trave.

PÊNALTI E GOL!

Aos 12, o Operário teve uma oportunidade de ouro. Alan partiu em jogada individual, mas acabou sendo derrubado na área. Após revisar no VAR, o árbitro marcou pênalti. Paulo Sérgio foi para a marca da cal, cobrando no meio do gol de Georgemy, que pulou na direita.

PRESSÃO!

Com os times querendo o triunfo, a pressão ficou ainda maior. Aos 20, mais uma chegada do Operário-PR. Rafael Longuine cruzou rasteiro, e Moacir cortou para trás. Contudo, a bola passou por cima do gol. Três minutos depois, mais uma nova investida. Alan tentou, mas a bola apenas ficou viva na área. Thomaz finalizou com força, quase entrando. Georgemy agarrou e impediu.

POLÊMICA!

Fábio Alemão segue causando polêmicas no Operário. Depois de um gol contra nas últimas partidas, agora o zagueiro levou vermelho. Aos 33, o já amarelado cometeu nova falta e foi para o vestiário mais cedo.

TRUNCADO!

Com o 1 a 1 no placar, a pressão se tornou mais intensa. Contudo, os times não conseguiram grandes criações. Aos 41, Pedro Júnior recebeu na área pela direita e bateu cruzada. A bola passou por toda a área, mas ninguém chegou para finalizar.

NO APAGAR DAS LUZES!

Quando tudo se encaminhava para o empate, o Vila Nova mudou novamente o panorama. Após cobrança de Tiago Real, o zagueiro Rafael Donato subiu e cabeceou no canto, sem chances para Simão. Após análise do VAR, o gol foi confirmado.

FICHA TÉCNICA

Vila Nova 2 x 1 Operário-PR

Local: OBA, em Goiânia (GO)

Data e hora: 28/09/2021 - às 21h30 (de Brasília)

Árbitro: Rodrigo José Pereira de Lima (PE)

Assistentes: Clóvis Amaral da Silva (PE) e Ricardo Bezerra Chianca (PE)

VAR: José Cláudio Rocha Filho (SP)

Cartões amarelos: Kelvin (Vila Nova); Fábio Alemão, Djalma Silva, Leandro Vilela e Alan (Operário-PR)

Cartões vermelhos: Fábio Alemão (Operário-PR)

Gols: Clayton, aos 7'/1ºT (1-0); Paulo Sérgio, aos 14'/2ºT (1-1); Rafael Donato, aos 48'/2ºT (2-1)

VILA NOVA (Técnico: Higo Magalhães)

Georgemy; Moacir (Rafael Silva, aos 36'/2ºT), Renato Silveira, Rafael Donato e Willian Formiga; Dudu, Deivid e Arthur Rezende (Diego Tavares, aos 15'/2ºT); Kelvin (Pedro Júnior, aos 23'/2ºT), Clayton (Maná, aos 23'/2ºT) e Alesson (Tiago Real, aos 17'/2ºT).

OPERÁRIO-PR (Técnico: Matheus Costa)

Simão; Alex Silva, Fábio Alemão, Reniê e Djama Silva; Odivan (Rafael Longuine, aos 0'/2ºT), Leandro Vilela, Rafael Oller (Thomaz, aos 9'/2ºT), Marcelo (Guedes, aos '/2ºT) e Alan (Fabiano, aos 37'/2ºT); Gustavo Coutinho (Paulo Sérgio, aos 0'/2ºT).

Lance!
Publicidade
Publicidade