PUBLICIDADE
Logo do

Vasco

Meu time

Edmundo revive polêmica de cerveja e macaco: "Me ferrei"

Em 1999, atacante foi flagrado oferecendo cerveja ao animal e respondeu a processo

4 set 2021 20h22
| atualizado às 23h41
ver comentários
Publicidade
Edmundo dando cerveja a um chipanzé (Reprodução)
Edmundo dando cerveja a um chipanzé (Reprodução)
Foto: Lance!

Em 1999, Edmundo se envolveu em uma polêmica inusitada fora de campo. Na última sexta-feira, o atacante marcou presença na transmissão da Vasco TV, que acompanhou o empate com o Brasil de Pelotas, e relembrou o episódio em que deu cerveja a um chimpanzé.

Descontraído, o ex-jogador afirmou que encarou consequências pelo ato. Na época, além de críticas, Edmundo também foi processado pela Sociedade Protetora dos Animais.

O órgão alegou que o atacante se enquadrava no crime de "praticar atos de abuso, ferir ou mutilar animais silvestres, domésticos, domesticados, nativos ou exóticos". O Ibama também notificou o ex-jogador, mas Edmundo não foi punido.

"Era aniversário de um ano do meu filho, Edmundo Júnior. Nós [eu e Donizete] temos uma amiga em comum, a Ligia, ela era nossa assessora de imprensa e ela era assessora de imprensa do circo também", disse.

"Foi depois de um jogo em São Paulo, contra o Corinthians, 4 a 2, eu fiz dois gols. O jogo foi numa quarta-feira e o aniversário do meu filho era na quinta. A gente foi direto para casa, folga. Eu atendi o pessoal da imprensa lá na porta de casa, feliz porque a gente tinha ganhado. O pessoal pediu pra entrar pra fazer umas filmagens. Aí é aquela história... o pessoal do circo veio com um macaco, o Odvan me deu um chopp, e o macaco fazia assim [gesto com a boca]. Aí eu perguntei pro dono do circo: 'Pode?' O cara disse que podia, aí eu dei a cerveja pro macaco, um milhão de fotos, enfim... Eu me ferrei feio naquela época", relembrou.

Lance!
Publicidade
Publicidade