0

'Medvedev tem uma força mental privilegiada', diz brasileiro

Marcelo Demoliner jogou quatro torneios em parceria com o russo na atual temporada

29 out 2019
11h32
  • separator
  • 0
  • comentários

Afinal de contas, Daniil Medvedev é mesmo um sujeito antipático e arrogante? Um brasileiro que o conhece muito bem garante que não. Marcelo Demoliner, especialista no jogo de duplas, fez parceria com o russo em quatro torneios na atual temporada e se tornou amigo da nova sensação do tênis masculino, que ele define como uma pessoa tranquila e humilde.

Demoliner, que ocupa atualmente a 47.ª colocação do ranking de duplas da ATP, conta que foi dele a iniciativa para formar a parceria com o russo e que o entrosamento dentro e fora das quadras foi conquistado muito rapidamente.

"No começo do ano, iria jogar na Índia e ele iria jogar em Brisbane (Austrália) com o Zverev, mas o Zverev se machucou e ele ficou sem parceiro. Como o meu parceiro também teve um problema, eu mandei uma mensagem para ele o convidando para jogar comigo, e ele topou na hora. Então fui para Brisbane e nos entendemos muito bem", relatou Demoliner, que acha injusta a má fama que o amigo carrega no circuito. "Fora da quadra, ele é um menino legal, muito tranquilo, humilde, um cara que escuta bastante o treinador dele."

Além de Brisbane, Demoliner e Medvedev jogaram juntos em Monte Carlo, Madri e Cincinnati. O melhor que conseguiram foi chegar às quartas de final em Monte Carlo e Madri, mas os resultados não eram exatamente a maior preocupação do russo nas duplas.

"Ele quis jogar duplas para melhorar o voleio, um fundamento no qual ainda tem dificuldade. E eu acho que o ajudei nisso, assim como ele me ajudou a entrar em alguns torneios. Foi uma troca bem legal", disse o gaúcho de 30 anos.

Demoliner e Medvedev não têm planos para voltar a jogar juntos, mas isso pode ocorrer eventualmente, segundo o brasileiro. Seja como for, ele vai torcer muito pelo sucesso do amigo, que vê como um futuro ganhador de Grand Slams.

"Ele tem uma força mental privilegiada, acima dos outros jogadores da nova geração. Acredito que o Medvedev vai ficar muito tempo no topo, ele tem características de um campeão nato."

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade