2 eventos ao vivo

Formando "dupla número um" do mundo, Marcelo Melo vence estreia em Sydney

8 jan 2018
11h30
  • separator
  • comentários

Marcelo Melo fechou o ano de 2017 como o líder do ranking individual de duplas. Passados apenas oito dias de 2018, o tenista brasileiro já não ocupa mais o lugar mais alto da lista sozinho e possui um outro atleta dividindo posição. Apesar de parecer uma má notícia, o brasileiro comemorou o fato, já que o nome em questão é o de Lukasz Kubot, seu atual companheiro de duplas.

Para comemorar o feito, Melo realizou dois atos nesta segunda-feira. O primeiro deles foi realizar uma publicação em suas redes sociais parabenizando o seu companheiro pelo feito. Mais tarde, a dupla foi para a quadra disputar juntos a estreia no torneio ATP 250 de Sydney.

Enfrentando o romeno Florin Mergea e o sérvio Nenad Zimonjic, a dupla formada pelos dois melhores atletas individuais de duplas encontrou grandes dificuldades para anotar um 2 sets a 0, com parciais de 7/6 (8-6) e 6/3.em 1 hora e 30 minutos.

Com a vitória, o brasileiro e o polonês garantiram um lugar nas quartas de final da competição australiana e agora esperam o vencedor do duelo entre o austríaco Alexander Peya e pelo croata Nikola Mektic e contra o bósnio Damir Dzumhur e o tcheco Roman Jebavy.

Rogerinho perde na estreia

Apesar da vitória do brasileiro, a segunda-feira não foi perfeita para os tenistas de nosso país. Jogando o ATP 250 de Auckland, na Austrália, Rogerinho acabou não conseguindo encarar o canadense Denis Shapovalov e foi derrotado por 2 sets a 0, com parciais de 6/3 e 6/2, sendo eliminado em sua estreia no torneio.

O confronto definido em pouco menos de um hora teve um início promissor para o brasileiro, que conseguia se impor nos seus serviços. No entanto no sexto game a história do jogo mudou. Pouco agredido enquanto sacava, o jovem tenista de apenas 18 anos decidiu arriscar mais nas recepções e começou a dificultar a vida do brasileiro. Com um quebra, o tenista que faz parte da nova geração mundial não teve grandes dificuldades para fechar o primeiro set por 6 a 3.

No segundo set, a diferença entre os dois tenistas ficou ainda mais clara. Jogando de maneira bastante dominante, Shapovalov não teve de realizar grandes esforços para conseguir duas quebras e fechar a partida em um 6/2 e dar ponto final na participação do brasileiro no torneio.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade