1 evento ao vivo

Alves lamenta força de saque de Isner e ressalta confiança na dupla

1 fev 2013
23h04
atualizado às 23h27
  • separator
  • 0
  • comentários

O brasileiro Thiago Alves jogou bem contra John Isner no duelo da Copa Davis, nesta sexta-feira, mas nas chances que teve para conquistar o segundo set de partida, o paulista acabou frustrado por um ace do gigante norte-americano. O jogador de São José do Rio Preto foi derrotado por 3 sets a 0, parciais de 6/3, 7/6 (7-4) e 6/3, e lamentou a eficiência do serviço de seu adversário.

Brasileiro perdeu para John Isner, e equipe se complicou frente a americanos
Brasileiro perdeu para John Isner, e equipe se complicou frente a americanos
Foto: EFE

» Namoradas de tenistas vibram e sofrem durante o Aberto da Austrália
» Confira fotos curiosas e veja Aberto da Austrália por outro ângulo

A vitória de Isner sobre Thiago Alves, com direito a 30 aces, deixou os Estados Unidos com 2 a 0 no confronto da primeira rodada do Grupo Mundial da Davis, já que Sam Querrey abriu o duelo em Jacksonville derrotando Thomaz Bellucci também por 3 sets a 0.

"A gente estava esperando as chances e eu cheguei até elas, mas na hora é difícil. A gente tentou adivinhar o lado, o João tentou me ajudar, mas ficou muito difícil. Quando ele consegue os ângulos, o saque dele é impossível de defender", avaliou Alves em entrevista ao SporTV.

Para o Brasil seguir vivo no confronto contra os Estados Unidos, os mineiros Marcelo Melo e Bruno Soares precisam derrotar os irmãos gêmeos Mike e Bob Bryan no duelo de duplas, neste sábado. Os americanos formam o time mais vitorioso do tênis, mas em três duelos com os brasileiros foram derrotados em dois jogos.

"Tenho muita convicção que o Bruno e o Marcelo têm chances, já ganharam duas vezes. Os americanos vão entrar mais confiantes pelo 2 a 0 no placar, mas o Bruno e Marcelo não têm nada a perder, vão se sentir bem à vontade e vamos tentar reverter o placar", disse Thiago Alves.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade