PUBLICIDADE

Surfe

Quatro brasileiros avançam na etapa de J-Bay

Yago Dora, Gabriel Medina, João Chianca e Filipe Toledo. Já Caio Ibelli e Italo Ferreira vão ter que disputar a repescagem

14 jul 2023 - 19h33
Compartilhar
Exibir comentários

No primeiro dia da etapa de J-Bay, na África do Sul, da WSL, o Brasil viu quatro surfistas avançarem às oitavas de final:

Gabriel Medina
Gabriel Medina
Foto: Reproduçaõ do Twitter @timebrasil / Flipar

João Chianca abriu a quinta-feira (13) vencendo os havaianos Seth Moriz e Barron Mamiya, com uma nota de 11.50 no somatório. Mais tarde, Filipe Toledo, atual campeão mundial, somou 15,27 contra o japonês Kanoa Igarashi e o sul-aficano Adin Masencamp, que competiu em casa.

Já Yago Dora, que venceu a etapa de Saquarema, tirou a maior nota desta fase, com 16,27 no somatório das duas melhores notas. O brasileiro derrotou o australiano Connor O'Leary e o havaiano Ian Gentil. Por fim, Gabriel Medina, com 14,00, derrotou o australiano Ryan Callinan e o sul-africano Matthew McGillivary. 

Round 1 masculino

1. João Chianca (BRA) 11,50 x Barron Mamiya (HAV) 6,37 x Seth Moniz (HAV) 10,17

2. Ethan Ewing (AUS) 11,67 x Caio Ibelli (BRA) 9,17 x Rio Waida (IND) 14,10

3. Griffin Colapinto (EUA) 16,17 x Liam O'Brien (AUS) 8,26 x Kelly Slater (EUA) 7,44

4. Filipe Toledo (BRA) 15,27 x Kanoa Igarashi (JAP) 14,33 x Adin Masencamp (AFS) 9,43

5. Yago Dora (BRA) 16,27 x Connor O'Leary (AUS) 13,52 x Ian Gentil (HAV) 10,40

6. John John Florence (HAV) 15,27 x Italo Ferreira (BRA) 14,34 x Callum Robson (AUS) 3,70

7. Gabriel Medina (BRA) 14,00 x Ryan Callinan (AUS) x12,93 Matthew McGillivary (AFS) 13,67

8. Jack Robinson (AUS) 3,67 x Leonardo Fioravanti (ITA) 5,17 x Jordy Smith (AFS) 7,17

O Mundial 

A etapa de J-Bay é a nona e penúltima do Mundial, que começou em janeiro, no Havaí. Depois, a competição passou novamente pelo Havaí, Portugal, duas vezes na Austrália, uma nos EUA, El Salvador e Saquarema, no Brasil. A última etapa será em Taiti, em agosto. As finais serão em Trestles, nos EUA, em setembro. 

Com o título conquistado na Praia de Itaúna, conhecida como o "Maracanã do Surfe", Dora entrou no top-5 do Mundial da WSL. O feito é para lá de importante pois os cinco melhores disputarão o título do Mundial, em setembro, nos EUA, com 32.120 pontos.  

No momento, a lista tem ainda os brasileiros Filipe Toledo e Lucas Chumbinho, em primeiro e quarto, respectivamente, com 44.980 e 39.640. O segundo lugar é do americano Grifo Colapinto, com 44.220. Já o australiano aparece em terceiro, com 40.015. O Brasil ainda vê Gabriel Medina em sétimo, Ítalo Ferreira em 11º e Caio Ibelli em 14º. São 23 surfistas vivos na disputa. 

On Board Sports
Compartilhar
Publicidade
Publicidade