1 evento ao vivo

Secretário-geral da Fifa diz que Suárez precisa de tratamento

27 jun 2014
11h59
atualizado às 12h35

O atacante uruguaio Luis Suárez, que foi suspenso da Copa do Mundo por morder o zagueiro italiano Giorgio Chiellini, precisa de tratamento para superar seus problemas disciplinares, disse o secretário-geral da Fifa, Jérôme Valcke, nesta sexta-feira.

Secretário-geral da Fifa, Jerome Valcke, durante cerimônia de abertura do centro de mídia da entidade no Rio de Janeiro. 2/6/2014
Secretário-geral da Fifa, Jerome Valcke, durante cerimônia de abertura do centro de mídia da entidade no Rio de Janeiro. 2/6/2014
Foto: Sergio Moraes / Reuters

"Ele deve ser submetido a um tratamento", disse Valcke, ao ser questionado por repórteres sobre o caso de Suárez. "Eu não sei se isso existe, mas ele deve fazer algo por conta própria, porque isso é definitivamente errado."

Valcke defendeu a punição aplicada a Suárez, que o obriga a ficar fora de nove partidas pelo Uruguai e o suspende de todas as atividades relacionadas ao futebol por quatro meses, após ele ter mordido o defensor italiano Giorgio Chiellini durante partida da Copa do Mundo nesta semana.

"Se for a primeira vez, é um acidente. Mais de uma vez, não é mais um acidente. É por isso que foi aplicada a sanção, isso tem que ser exemplar."

Suárez havia sido suspenso duas vezes antes por morder adversários enquanto jogada por clubes de futebol na Europa.

(Por William Schomberg e Mike Collett)

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
publicidade