PUBLICIDADE
Logo do

São Paulo

Favoritar Time

Titular contra o Juventude, Gabriel Neves sofre com a falta de sequência no São Paulo

Com poucas chances este ano, o jogador não apresenta um histórico de bom rendimento nas últimas partidas disputadas

13 mai 2022 15h58
ver comentários
Publicidade

Titular na vitória do São Paulo contra o Juventude, Gabriel Neves sentiu o efeito da sua falta de sequência na equipe de Rogério Ceni. Neste ano, esteve presente em somente oito das 29 partidas disputadas.

Gabriel Neves não fez uma boa partida contra o Juventude (Foto: Rubens Chiri/saopaulofc.net)
Gabriel Neves não fez uma boa partida contra o Juventude (Foto: Rubens Chiri/saopaulofc.net)
Foto: Lance!

GALERIA

> Sexta-feira 13: relembre escalações "assustadoras" dos clubes brasileiros

TABELA

Na classificação do Tricolor paulista nas oitavas de final da Copa do Brasil na última quinta-feira (13), Gabriel Neves foi visto como um dos piores em campo, algo que foi apontado até mesmo pela torcida nas redes sociais.

O jogador errou diversos passes simples, além de não ter apresentado um bom ritmo de jogo, sendo substituído logo no começo do segundo tempo por Luan.

Muitos torcedores são-paulinos consideraram que o baixo rendimento do atleta nas últimas partidas em que entrou em campo se deve as poucas oportunidades que conquistou nesta temporada.

Das oito disputas até o momento neste ano, foram cinco jogos pelo Campeonato Paulista, um pela Copa do Brasil e dois pela Sul-Americana. O uruguaio ainda não atuou em nenhuma das cinco rodadas do Brasileirão. Sem gols até o momento, acumulou cinco vitórias, dois empates e uma derrota.

No São Paulo desde agosto de 2021, o meia chegou como um empréstimo do Nacional-URU com contrato até dezembro de 2022 e com a opção de compra. Gabriel Neves tem experiência internacional e já defendeu a seleção uruguaia em alguns amistosos. Foi formado no Nacional-URU e subiu ao elenco profissional em 2018.

Em 2019, fez 30 jogos ao todo, sendo 24 no Campeonato Uruguaio e seis pela Taça Libertadores. Em 2020, esteve presente em 34 partidas com dois gols.

Já no São Paulo, na segunda metade de 2021, esteve em doze das 16 partidas disputadas pelo Tricolor paulista desde a sua apresentação.

Porém, em 2022 perdeu muito do seu espaço. Sua posição passou a ser ocupada por nomes como de Rodrigo Nestor, que não esteve presente no confronto de quinta-feira (12) por indisposição.

Gabriel Neves esteve em campo em rodadas cujo elenco escalado por Rogério Ceni era praticamente composto por jogadores alternativos, como no duelo contra o Everton pelo jogo de volta da Sul-Americana.

Ao todo, o camisa 15 do Tricolor paulista jogou somente 322 minutos em campo nesta temporada 2022. Como é um empréstimo com vínculo até o final deste ano, a grande dúvida é se sua compra será efetivada pelo São Paulo.

Lance!
Publicidade
Publicidade