0

São Paulo passa por situação diferente desde aposentadoria de Rogério Ceni

19 jan 2020
08h21
atualizado às 08h21
  • separator
  • 0
  • comentários

Considerado por muitos como o maior ídolo da história do São Paulo, Rogério Ceni se aposentou em 2015. Desde então, a meta Tricolor passou por momentos de extrema instabilidade. Apesar de não ter acertado com um novo nome para 2020, a permanência de Thiago Volpi, contratado em definitivo por R$ 20 milhões, cria uma situação diferente para o torcedor são-paulino, que enfim começa o ano com a confiança na posição.

Rogério Ceni é um dos maiores ídolos do São Paulo (Foto: Reprodução/Djalma Vassão)
Rogério Ceni é um dos maiores ídolos do São Paulo (Foto: Reprodução/Djalma Vassão)
Foto: Gazeta Esportiva

Após a saída de Ceni, Edgardo Bauza, treinador na ocasião, promoveu Denis para a posição de titular. O goleiro, que foi reserva do "Mito" por sete temporadas, teve uma média de gols sofridos por jogo muito acima das expectativas e não agradou o torcedor - foram 68 partidas e 70 bolas na rede. A outra opção era Renan Ribeiro, que entrou em campo em três oportunidades.

Em 2017, com o próprio Rogério Ceni no comando, o São Paulo teve mais uma temporada com dúvidas embaixo das traves. Nova contratação da época, Sidão revezou com Renan Ribeiro no começo do ano. Os dois disputaram a posição até agosto, quando Renan foi negociado com o futebol português. Dono da meta Tricolor, Sidão sofreu 35 gols em 25 jogos.

No ano seguinte, Jean entrou no páreo com Sidão pela titularidade. Revelado pelo Bahia, o goleiro correspondeu quando teve oportunidades, mas polêmicas extracampo perturbaram sua passagem no São Paulo. Apesar da boa média de gols sofridos, com 37 em 46 jogos, as falhas cometidas por Sidão em momentos importantes impediram que ele fosse uma unanimidade.

No começo de 2019, o Tricolor vendeu Sidão e assinou, por empréstimo, com Thiago Volpi, que disputaria a vaga com Jean. No entanto, o então jogador do Querétaro foi peça fundamental na equipe com a melhor defesa do Brasileirão e caiu nas graças dos torcedores no decorrer da temporada.

O São Paulo fará sua estreia já nesta quarta-feira. Os comandados por Fernando Diniz terão pela frente o Água Santa, às 21h30 (de Brasília), no Morumbi, pela primeira rodada do Campeonato Paulista.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade