3 eventos ao vivo

Melhora defensiva pode ser chave para São Paulo ter um 2018 vitorioso

12 dez 2017
08h15
atualizado às 08h15
  • separator
  • 0
  • comentários

Uma das principais missões do São Paulo para a próxima temporada é melhorar seu desempenho defensivo. Neste Campeonato Brasileiro, o Tricolor ficou sem sofrer gols em apenas nove partidas, fato que contribuiu para que a equipe permanecesse por um longo período na zona de rebaixamento e tivesse de lidar com a grande pressão por parte da imprensa e torcida.

Desde que o Brasileirão passou a contar com 20 clubes, em 2006, o São Paulo só sofreu mais gols que neste ano em 2010, quando o time terminou a competição em nono lugar e foi vazado em 54 oportunidades. Na ocasião, o Tricolor não se classificou para a Copa Libertadores, quebrando uma sequência de participações no torneio continental que durava desde 2004.

Embora o desempenho defensivo em 2017 tenha sido levemente superior, o técnico Dorival Jr tem alguns motivos para se preocupar. Antes da chegada de Arboleda, Rodrigo Caio era o único zagueiro poupado pela torcida. Por conta de algumas falhas, a relação de Maicon e Lucão com o clube ficou desgastada, fato que os levaram a se transferir para o Galatasaray e Estoril, respectivamente. Outra opção no elenco, Diego Lugano acabou figurando na reserva e atuou em poucas oportunidades.

Para a próxima temporada, por enquanto, além de Arboleda e Rodrigo Caio, o São Paulo conta na zaga com Bruno Alves, ex-Figueirense, Aderllan, emprestado pelo Valencia, e Éder Militão, que assumiu a titularidade na lateral-direita neste ano, entretanto, deverá voltar à sua função de origem em 2018.

Coincidência ou não, os Campeonatos Brasileiros em que a defesa do São Paulo sofreu menos gols foram aqueles em que o clube acabou ficando com o título (2006, 2007 e 2008). A única oportunidade em que o Tricolor teve uma consistência parecida foi na última temporada, em que a equipe foi vazada 36 vezes, mesma quantidade que em 2008, com Denis debaixo das traves.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade