PUBLICIDADE
Logo do São Paulo

São Paulo

Favoritar Time

Em vitória "sufoco" para São Paulo, time conta com a sorte e ela aparece

Jogo pegado contra Ituano termina em vitória com "sufoco" segundo craque, jogo foi decidido nos pênaltis por Lucas que apoiou a torcida em crítica ao sistema técnico de Thiago Carpini

10 mar 2024 - 20h28
(atualizado às 20h34)
Compartilhar
Exibir comentários
Foto: Esporte News Mundo

No domingo de ontem (10) o São Paulo passou por um jogo difícil contra o Ituano na casa do rival " Estádio Novelli Junior", mais cedo no mesmo dia o tempo decidiu complicar para as equipes, caindo uma chuva que molhou o campo e desacelerou o jogo, evitando diversos contra ataques e chutes ao gol. O jogo foi válido pelo campeonato paulista, onde o mandante lutava contra o rebaixamento que não via a mais de 20 anos, e o visitando pela classificação, caso terminasse em empate, o placar se mostrava ruim aos dois. Um jogo tão pegado não poderia ter ninguém menos como Rafael Claus na posição de árbitro, tão respeitado e reconhecido na sua posição, apitando até mesmo jogos de Copa.

O time tricolor chegou com o esquema tático de 4-4-2 com o artilheiro e centroavante Calleri chegando com tudo para o jogo, o próprio assumiu a farda de capitão para a partida devido a entrada de Rafinha apenas no segundo tempo, jogador que não dava as caras a muito tempo e fazia falta. Na escolha dos campos, Calleri já fez uma decisão importante, escolhendo o campo mais molhado pra sua defesa no segundo tempo, tendo em vista o ataque mais fácil do time nos últimos 45 minutos e a própria água para atrapalhar o adversário no mesmo momento.

O visitante chegou envergonhado e com dificuldade para invadir o campo do adversário, mas depois do primeiro gol a ansiedade passou e começou uma agressividade maior tanto na defesa quanto no ataque. Com o empate da partida, Rafael, goleiro do São Paulo mostrou o motivo que foi escolhido por Dorival para representar a seleção, fazendo defesas importantes para segurar o rival em apenas 1 gol até o momento.

Já no segundo tempo, o São Paulo chegou com uma vantagem de 2 a 1 no adversário, e voltou do vestiário com a mentalidade decidida, porém polêmica, Thiago Carpini, técnico do tricolor, agiu novamente e colocou sua estratégia de apenas "segurar o jogo" em prática, ideia tão criticada pelos torcedores, trocou Calleri, o centroavante, por outro zagueiro para ajudar na defesa, pressionando muito o adversário, que vinha com um ataque pela ponta direita com Vinicius Paiva, responsável pela assistência que marcou o primeiro gol do time.

Para saber tudo sobre o São Paulo, siga o Esporte News Mundo no Twitter, Facebook e Instagram

Um pouco após o começo do segundo tempo, veio o tão esperado momento, fato que dividiu a importância até mesmo da vitória para os torcedores, a volta do já veterano, Rafinha, capitão e muito influente no time do São Paulo, o jogador veio junto com James Rodriguez, o meia tão amado pelo time.

Mesmo com a pressão, o time se mostrou relaxado como se o jogo estivesse ganho, e esse momento é o mais perigoso, já que daí saiu um empate para o Ituano, e nesse placar, não era nada decidido para nenhum time, onde o Ituano era rebaixado, e o São Paulo não se classificava, a esperança para o torcedor, era buscar um gol nos últimos 5 minutos de acréscimo. No desespero o time vem com um ataque fortíssimo, e ficando quase os 5 minutos de acréscimo na área do gol do adversário, saiu um pênalti, marcação tão subjetiva que foi necessário o uso do VAR pelo árbitro, mas após apura a falta, Lucas, jogador tão experiente, teve que tomar a frente para decidir, e com uma batida encaixada na bochecha esquerda, o artilheiro tira o goleiro adversário e faz o gol da classificação.

O craque do jogo, Lucas, deu depoimentos provando que o descontentamento da torcida era compartilhada pelos jogadores quanto ao esquema de "segurar o jogo" pelo técnico, concordado que o jogo foi um sufoco desnecessário, após a vitória sofrida do time da capital resta saber se essa estratégia continuará em vigor, esperando o momento que ela falhará, ou se o time vai agir com a grandeza que tem e garantir vitórias ao invés de se manter no conforto.

Com a vitória o São Paulo se classifica para as finais do paulistão, enfrentando o Grêmio Novorizontino nas quartas no Morumbi, casa do tricolor no próximo domingo (17), o jogo pegado no final prova que o time é capaz de levar a taça, porém mudanças devem ser feitas, principalmente em estratégias pelo lado técnico.

Esporte News Mundo
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade