0

Cipriano diz que teria "prazer" em retornar ao São Paulo e mantém contato com crias de Cotia

8 jul 2020
06h43
atualizado às 06h43
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Revelado pelas categorias de base do São Paulo, Marquinhos Cipriano se transferiu para o Shakhtar Donetsk, da Ucrânia, tendo disputado apenas uma partida pelos profissionais do Tricolor. No entanto, o jogador não esquece a importância que o clube do Morumbi teve em sua carreira.

Em entrevista exclusiva à Gazeta Esportiva, Cipriano revela que não tem o objetivo de retornar ao Brasil em um futuro próximo, porém deixa claro que o Tricolor teria prioridade em uma eventual volta ao Brasil.

"Meu foco, hoje, é em fazer minha carreira aqui na Europa. Quero dar continuidade a minha evolução e ter muitas conquistas com a camisa do Shakhtar. Em caso de volta ao Brasil, o São Paulo seria sim um clube no qual teria o prazer em jogar. Até pela minha gratidão ao clube. Minha família ficaria feliz caso isso acontecesse um dia", afirmou o jogador, que entrou em campo pelo time que o revelou na derrota por 2 a 0 para o São Bento, no Paulistão de 2018.

Aos 21 anos, Cipriano faz parte da geração de Liziero, Luan e Igor Gomes, revelados por Cotia e hoje nos profissionais do Tricolor. O atleta do Shakhtar conta que ainda mantém contato com os antigos companheiros da base.

"Mantenho contato com alguns atletas, sim. São amigos que fiz na época de São Paulo e que irei carregar para sempre. Sempre falamos sobre os clubes, campeonatos, resenha de dia a dia… Falamos de tudo", completou.

Atacante de origem, Cipriano atuou na lateral-esquerda do Shakhtar na reta final da temporada recém finalizada. Pelo clube ucraniano, o jogador já disputou 14 partidas.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade