PUBLICIDADE
Logo do

Santos

Favoritar Time

Rodrigo Fernández se diz tranquilo quanto ao futuro no Santos: "Focado em jogar"

17 mai 2022 13h35
| atualizado às 13h59
ver comentários
Publicidade

Anunciado como reforço do Santos no final de março, Rodrigo Fernández precisou de pouco tempo para se firmar no time de Fabián Bustos. O volante vem sendo um do grandes destaques do Peixe nos últimos jogos. Com isso, a expectativa para que a diretoria compre o jogador em definitivo cresce cada vez mais entre os torcedores alvinegros.

Nesta terça-feira, em entrevista coletiva, o uruguaio afirmou que está tranquilo em relação ao tema. Ele está emprestado pelo Guarani, do Paraguai, até o final o final de 2022, com opção de compra.

"Sei que a notícia está circulando, mas estou tranquilo. Tenho contrato até o final do ano. O clube tem essa possibilidade e no momento adequado terão que conversar com meu agente e com o Guarani. Mas estou focado em jogar e, se as coisas saírem bem, tem tudo para dar certo. Vou deixar isso mais para frente", disse.

Até o momento, Rodrigo Fernández soma 11 partidas pelo Santos, sendo 10 delas como titular. Dentro de campo, ele vem se destacando pela qualidade nos desarmes. Além disso, ele já marcou um gol, na vitória de 3 a 0 sobre o Coritiba, pelo jogo de volta da terceira fase da Copa do Brasil.

"Não gosto muito de falar sobre meu jogo. Estou fazendo o que o técnico está pedindo para mim. Tenho que ser o primeiro volante e dar a saída de bola. O apelido de 'pitbull' não me incomoda, já era chamado assim no Paraguai", comentou.

"Estamos em um clube muito grande, que precisa estar disposto a atacar. O que temos atrás é uma linha de quatro e eu, que sou um volante mais defensivo", completou.

Agora, o foco do volante é no duelo contra o Unión La Calera-CHI, pela quinta rodada da fase de grupos da Copa Sul-Americana. O embate está marcado para esta quarta-feira, às 21h30 (de Brasília), na Vila Belmiro.

O jogo é um duelo direto por uma vaga na próxima fase do torneio continental. O Peixe entrou na rodada na vice-liderança do grupo C, com sete pontos, um a menos que os chilenos, que estão na ponta. Em caso de derrota, os brasileiros estarão eliminados, já que apenas o primeiro de cada chave avança.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Publicidade
Publicidade