1 evento ao vivo

Presidente do Santos diz que 'atrito' com Sampaoli está superado: "Questões fáceis de resolver"

11 jul 2019
16h13
atualizado em 12/7/2019 às 15h05
  • separator
  • comentários

Presidente do Santos diz que atrito com Sampaoli está resolvido (Foto: Fernando Dantas/Gazeta Press)

O presidente do Santos, José Carlos Peres, diz que o "atrito" com Jorge Sampaoli está superado. O técnico enviou um e-mail à diretoria com reclamações na última terça-feira, antecipado na Gazeta Esportiva. 

Peres afirma que as questões apontadas pelo treinadores não são difíceis de resolver. A maior dificuldade, como de costume, é reforçar o elenco.

"Tivemos vazamento do documento interno. Sampaoli é técnico top e como todo técnico top, às vezes nem tanto, querem cada vez mais. Quer ser campeão, nós também. Temos algo em comum. Só lamento o vazamento do documento. São questões fáceis de resolver, algumas em curso. De trazer mais jogadores é complicada, de orçamento. Tenho estoque para vender e tenho o que está em uso. Preciso fazer dinheiro vendendo o que eu tenho, os que não estão nos planos, para ter o dinheiro e trabalhar as aquisições. Campeonato é rápido, primeiro turno está acabando. Entendo que não podemos fazer coisas no afogadilho. É algo superado, exigência sempre terão, independentemente do técnico. Quero Ferrari amanhã, mas não tenho dinheiro. Futebol está complicado, mas é algo superado. É uma boa pessoa, generosa. Casou com essa cidade. Meus dois técnicos foram comigo no CT e quiseram dar um abraço no Sampaoli. Conseguiu um status que não poderíamos imaginar. Trocamos umas palavras no almoço (na quarta-feira) e conversaremos na volta de Salvador (onde o Santos enfrentará o Bahia, no sábado). É mais um posicionamento", disse Peres, nesta quinta.

"Sampaoli não está extrapolando, é o jeito dele. Respeito é muito grande. Outro técnico TOP também demandaria. Ele não vazou, não foi a público se expor. É um documento vazado e estamos investigando. Mais ou menos estamos próximos de encontrar. Ele não foi a público expor, não deu entrevista para ninguém", completou.

Sampaoli está incomodado com alguns assuntos, como atraso de três meses no direito de imagem, falta de reforços durante a pausa para a Copa América em meio a saída de jogadores, partidas fora da Vila Belmiro e falta do pagamento de premiação por alguns jogos do Campeonato Brasileiro - o famoso "bicho".

Jorge Sampaoli gostaria de ter trabalhado com novos jogadores durante o recesso para acelerar o entendimento de sua filosofia e não perder tempo no segundo semestre. A única novidade foi Evandro, ainda à procura da forma física ideal, e ainda não houve reposição para Jean Lucas, negociado com o Lyon (FRA). O treinador também pediu um lateral-direito há algumas semanas.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • comentários
publicidade