0

"Missão impossível" por Neymar causa atritos internos no Real Madrid

26 mai 2013
08h14
atualizado às 08h14
  • separator
  • 0
  • comentários

De acordo com informações divulgadas neste domingo pelo jornal espanhol El País, esforços finais do Real Madrid pela contratação de Neymar acabaram por causar atritos nos bastidores do clube. Isso porque há um mês o clube sabe que um acordo seria praticamente impossível, mas, mesmo assim, decidiu insistir. Na noite de sábado, o jogador confirmou que o Barcelona será seu próximo clube.

<p>Representantes do Real Madrid passaram tr&ecirc;s semanas no Brasil tentando contratar Neymar</p>
Representantes do Real Madrid passaram três semanas no Brasil tentando contratar Neymar
Foto: Ricardo Saibun / Divulgação

Os esforços efetivos do Real Madrid por Neymar começaram em janeiro, com a viagem de representantes do clube ao Brasil. De acordo com a publicação, ali foram informados de que o jogador já teria acordo com o Barcelona e que, para rompê-lo, teria de pagar 40 milhões de euros (R$ 106 milhões) ao arquirrival. Pelos cálculos, acertar com o jogador custaria mais de 100 milhões de euros (R$ 265 milhões).

O clube espanhol, então, decidiu dar mais tempo, visto que o acordo com o Barcelona indicava que Neymar seguiria no Santos até 2014. Os fracassos de José Mourinho na temporada, as negativas de Cristiano Ronaldo pelas propostas de renovação contratual e a dificuldade de acertar com Christian Bale, no entanto, fizeram com que o presidente Florentino Pérez reativasse a briga pelo brasileiro. Uma das motivações seriam as eleições do clube, em junho.

Assim, representantes do Real Madrid voltaram há um mês ao Brasil, permanecendo por três semanas. O El País publicou que a missão, considerada “impossível”, causou comentários nos bastidores do clube: por um lado, Pérez considerava que o fracasso no acordo se dava pela falta de empenho dos representantes; por outro, diretores afirmaram que a ação era só para “provar à imprensa que estávamos tentando”.

A cada dia no Brasil, os representes do Real Madrid mandavam informes ao clube assinalando que não havia avanço e pediam permissão para retornar à Espanha. A resposta, de acordo com o jornal, era sempre negativa: deveriam seguir tentando. Não adiantou. A contratação de Neymar pelo Barcelona ganhou extremo destaque na Espanha, e a dupla com o argentino Lionel Messi já exaltada antes mesmo da apresentação.

Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade