0

Jorge priorizou acerto com o Santos ao Flamengo por projeto

Lateral-esquerdo revelou que chegou a ser procurado pelo ex-clube, mas optou pela equipe alvinegra

29 mar 2019
15h45
atualizado às 16h01
  • separator
  • comentários

Sétimo reforço do Santos para a temporada 2019, Jorge foi apresentado nesta sexta-feira como reforço em entrevista coletiva no CT Rei Pelé. O lateral-esquerdo explicou que foi procurado pelo Flamengo, time em que iniciou a sua carreira, mas explicou ter optado pelo clube da Vila Belmiro pelo projeto que foi apresentado durante a fase de negociação.

"Só tenho a agradecer ao Flamengo, um clube que me criou. Não tenho mágoas. Recebi ligações do Flamengo. Escolhi o Santos pelos projetos que me ofereceram, pela história que o clube tem e pela vitrine grande", afirmou Jorge, que vai vestir a camisa de número 3 no Santos.

Jorge é apresentado no Santos
Jorge é apresentado no Santos
Foto: Divulgação/Santos FC / Estadão Conteúdo

O lateral-esquerdo explicou que também foi seduzido pelo técnico Jorge Sampaoli, que o procurou e demonstrou bastante conhecimento sobre o seu estilo de jogo e características, lhe provocando ótima impressão. "Recebi uma ligação dele. É gratificante, porque ele tem um conhecimento enorme e está em um grande clube. Tenho certeza que ajudará o Santos", disse.

Jorge chegou ao Santos cedido por empréstimo pelo Monaco até o fim da temporada. A sua contratação, porém, demorou a ser concretizada, o que inclusive o impediu de ser inscrito para a sequência do Campeonato Paulista.

Antes de fechar com o Santos, Jorge estava emprestado ao Monaco pelo Porto, onde pouco vinha atuando. Assim, espera aproveitar o retorno ao futebol nacional para atuar em sequência e alto nível, sonhando como uma oportunidade na seleção brasileira.

"Foi um pouco difícil, porque o Monaco queria que eu ficasse na Europa. Quando recebi ligações do Santos, eu pensei muito bem junto com meu empresário e família. Eu precisava jogar novamente, claro que tive oportunidade de disputar campeonatos importantes no Monaco e Porto. O Santos tem uma grande vitrine, se eu fizer um bom campeonato, vou poder reaparecer e jogar pela seleção brasileira", comentou.

O Santos iniciou 2019 com Orinho como titular da lateral esquerda, mas seu desempenho irregular levou Sampaoli a improvisar o atacante colombiano Copete na função até o clube fechar a contratação de Felipe Jonatan, junto ao Ceará. Agora, então, Jorge aumenta a concorrência pela função.

Como não pode atuar no Paulistão, ele poderá jogar pelo time apenas na Copa do Brasil e no Campeonato Brasileiro. No torneio mata-mata, o time voltará a jogar em 4 de abril, fora de casa, contra o Atlético Goianiense, pelo duelo de ida da terceira fase.

Além dos dois laterais, o Santos se reforçou para a temporada 2019 com o goleiro Everson, o zagueiro Felipe Aguilar, o volante Jean Lucas, o meia Cueva e o atacante Soteldo.

Veja também:

 

Estadão
  • separator
  • comentários
publicidade