0

Leão cita estreia de Dida na Lusa como prova de "futebol no sangue"

25 jun 2012
10h00
atualizado às 10h51

No último sábado, jogando no estádio do Canindé, a Portuguesa venceu o São Paulo por 1 a 0. E a partida, mesmo com o resultado desagradável, despertou a atenção de Emerson Leão por um motivo: Dida, aos 38 anos, estreou com boa atuação depois de dois anos sem entrar em campo.

Ex-goleiro, Leão parabeniza humildade e atuação de Dida contra o São Paulo
Ex-goleiro, Leão parabeniza humildade e atuação de Dida contra o São Paulo
Foto: Terra

» Confira o vai e vem dos clubes no Mercado da Bola
» Veja o guia e saiba tudo sobre os times do Brasileiro 2012
» Veja opções de jogadores para o seu time repatriar no Brasileiro

"Dou os parabéns ao retorno do Dida. Foi contratado após dois anos parado. Você vê como o futebol está no sangue, no coração e no desejo", disse Leão, ex-goleiro que atualmente comanda o São Paulo.

"Ele voltou, fez uma boa apresentação. Infelizmente, foi contra nós, mas é sempre bom rever um grande goleiro atuando, mesmo com a idade. Ele teve uma tranquilidade e uma humildade muito grande. Parabéns ao Dida", completou.

Com boas defesas, passando segurança aos seus zagueiros, mostrando comunicação com a defesa e  excelente qualidade na reposição de bola, tanto com as mãos quanto com o pé esquerdo, o arqueiro reserva de Marcos na conquista da Copa do Mundo de 2002 fez a torcida da Portuguesa sair feliz e confiante do Canindé.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
publicidade