1 evento ao vivo

Júlio Cesar brilha, Red Bull derrota Ponte nos pênaltis e conquista Troféu do Interior

15 abr 2019
22h30
  • separator
  • 0
  • comentários

Na grande decisão do Troféu do Interior, o Red Bull Brasil foi o campeão. Para pouco mais de quatro mil pessoas presentes no Estádio Moisés Lucarelli, na noite desta segunda-feira, os comandados de Antônio Carlos Zago enfrentaram a Ponte Preta e, após empatarem por 0 a 0 no tempo regulamentar, venceram nas penalidades por 3 a 1. O goleiro do Toro Loko, Júlio Cesar defendeu duas cobranças e foi o grande herói do título, que dá uma vaga para a Copa do Brasil do próximo ano.

O primeiro tempo da partida foi muito equilibrado. O Toro Loko iniciou melhor e criou grandes oportunidades. A Ponte acordou logo na sequência e levou muito perigo principalmente com o atacante Thalles. Os comandados de Jorginho caíram de produção após o atacante Júlio César ofender o árbitro e acabar expulso de campo. O RB voltou a controlar a partida e quase abriu o placar no último minuto, com Romário cobrando falta. O jogo vai para o intervalo zerado.

Na segunda etapa, o jogo caiu muito de produção. As duas equipes entraram em um ritmo mais lento e criaram poucas chances para balançar as redes. O Red Bull, com um homem a mais em campo, construiu mais jogadas, porém não conseguiu furar a retranca bem montado por Jorginho. O placar ficou novamente zerado e o jogo foi para as penalidades.

Na disputa de pênaltis, o Red Bull largou na frente, quando Thalles, da Ponte, isolou a primeira cobrança, e Ytalo converteu. Na sequência os goleiros brilharam: Ivan defendeu a cobrança de Everton e Julio Cesar o de Diego Renan. O Toro Loko cravou seu título, quando Julio Cesar defendeu a penalidade de Luis Ricardo e fechou o 3 a 1 na disputa.

O jogo

O Red Bull chegou pela primeira vez aos 4 minutos do primeiro tempo. Após o zagueiro Renan Fonseca errar na saída, o atacante Bruno Tubarão recuperou a bola e cruzou para Claudinho, que cabeceou forte e obrigou Ivan a fazer uma excelente defesa.

Praticamente no minuto seguinte, aos 5, os comandados de Antônio Carlos Zago tiveram mais uma oportunidade. Aderlan avançou sozinho pelo lado direito do campo e arriscou e de fora da área. Novamente o goleiro Ivan foi exigido e defendeu o chute.

A Ponte teve a primeira chance aos 22 minutos da etapa inicial. Os ponte-pretanos partiram em contra-ataque após roubar a bola. O meia Júlio César recebeu boa bola, mas demorou para bater e foi travado por Ligger.

No minuto seguinte, aos 23, a Ponte arriscou mais uma vez. O atacante Thalles aproveitou bobeira da defesa adversária, recuperou a bola e bateu firma da entrada da área. A bola passou muito perto do travessão.

O Red Bull voltou assustar aos 25 minutos do primeiro tempo. Bruno Tubarão recebeu boa bola e, dentro da área, mesmo sem ângulo, soltou um foguete. O chute foi pelo lado de fora da rede.

A Ponte, aos 32 minutos, atacou mais uma vez. Em cobrança de escanteio, o atacante Thalles cabeceou firme e exigiu do goleiro Júlio César uma incrível defesa, salvando o gol do RB Brasil.

No minuto seguinte, aos 33, os comandados de Jorginho tiveram mais uma oportunidade. Em forte cobrança lateral, no lado direito do campo, Diego Renan encontrou Thalles dentro da área. O atacante desviou com perigo, mas a bola foi para fora.

Praticamente no último minuto da etapa inicial, o Red Bull teve uma das melhores chances do jogo. Em cobrança de falta da entrada da área, o lateral Romário bateu colocado, a bola passou no meio da barreira e tirou tinta da trave esquerda defendida pelo goleiro Ivan.

Logo no início da segunda etapa, aos 12 minutos, o Red Bull chegou ao ataque. Osman recebeu livre pela direita, avançou sozinho, mas bateu fraco e a bola foi para fora.

Menos de dois minutos depois, aos 14, o Toro Loko teve mais uma chance. Após cruzamento, Ytalo apareceu sozinho nas costas de Reginaldo, subiu sozinho, mas cabeceou para fora.

Os comandados de Zago chegaram mais uma vez aos 26 minutos da etapa final. Claudinho bateu fechado e o Ivan espalmou. O volante Uillian Correia aproveitou rebote e chutou firme, porém novamente o goleiro foi acionado e o gol não saiu.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade