2 eventos ao vivo

Stoner diz ser triste ver "matador" Rossi comemorar pódios como se fossem vitórias

O ex-piloto afirmou que é triste não poder mais acompanhar a fase vencedora que o italiano da Yamaha tinha no passado

21 out 2020
11h11
atualizado às 11h41
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
Rossi não vence desde 2017
Rossi não vence desde 2017
Foto: MotoGP / Grande Prêmio

Casey Stoner não está nada feliz em ver a fase do antigo rival Valentino Rossi. Analisando o desempenho do italiano nos últimos anos, admitiu achar triste ver um piloto uma vez tão vencedor comemorar tão efusivamente apenas pódios.

O último triunfo do multicampeão da Yamaha aconteceu no GP da Holanda de 2017. Depois disso, largou para mais 55 corridas, subindo dez vezes ao pódio. Por outro lado, abandonou nove vezes e ficou fora da zona de pontos outras duas.

Em 2020, o 'Doutor' já soma quatro abandonos - três deles consecutivos, igualando os piores resultados de sua carreira em 2011 e 2019 - e aparece na 14ª colocação do Mundial. Ainda, perde a rodada dupla em Aragão por ter testado positivo para Covid-19.

Valentino Rossi está em 14º na classificação
Valentino Rossi está em 14º na classificação
Foto: Yamaha / Grande Prêmio

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube.

Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram.

"Acho que tudo depende de Valentino. Se ele ainda curte o esporte e mantém a velocidade, é ótimo. É realmente difícil estar na mente de alguém. Para mim, quando estava correndo contra Valentino, era um vencedor, um matador", disse Stoner.

"Fazia tudo o que era possível para vencer. Agora, entretanto, um top-5 ou um pódio é como uma vitória e isso é triste para mim. Sempre fez o que era possível para ganhar as corridas e hoje parece sofrer para isso", completou.

Valentino segue no Mundial de Motovelocidade ao menos em 2021. Após uma longa história, o italiano assinou contrato com a SRT Yamaha para correr ao lado do pupilo Franco Morbidelli, enquanto Fabio Quartararo assume sua vaga na equipe de fábrica.

Veja também:

Seleção feminina ganha camisas sem estrelas do masculino
Grande Prêmio
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade