PUBLICIDADE

FIM anuncia equipes inscritas para 2022 e confirma envolvimento da Yamaha na Moto2

A FIM (Federação Internacional de Motociclismo) divulgou nesta quinta-feira (23) a lista as 15 equipes inscritas em Moto3 e Moto2 e revelou novidades para o próximo ano. A maior novidade é o envolvimento da Yamaha com a classe intermediária em uma parceria com a VR46

23 set 2021 08h08
ver comentários
Publicidade
A Moto2 vai contar com um grid de 30 pilotos no próximo ano
A Moto2 vai contar com um grid de 30 pilotos no próximo ano
Foto: Ajo / Grande Prêmio

Moto3 e Moto2 contarão com 15 equipes cada na temporada 2022 do Mundial de Motovelocidade. A FIM (Federação Internacional de Motociclismo) divulgou nesta quinta-feira (23) quais times foram aceitos para o próximo ano e, além da já anunciada chegada de uma equipe comandada por Michael Laverty, a principal novidade é o envolvimento da Yamaha com a classe intermediária.

A partir do próximo ano, a marca dos três diapasões vai se instalar na Moto2 em parceria com a VR46 de Valentino Rossi. No entanto, não se trata de uma fusão entre a fábrica e a equipe atual do multicampeão, mas uma nova estrutura que levará a marca do Master Camp, uma iniciativa da montadora para apoiar jovens talentos.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Moto3 terá 15 equipes na temporada 2022 (Foto: Ajo)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube.

Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram.

O treinamento da Yamaha é voltado para pilotos de várias nacionalidades. Em agosto passado, por exemplo, o brasileiro Humberto Maier, conhecido como Turquinho Jr., participou do programa ao lado dos espanhóis Unai Orradre e Ike Garcia Abella, do turco Nahattin Sofuoglu, e do britânico Fenton Harrison Seabright.

Outra novidade é a chegada da Vision Track à Moto3, uma equipe do piloto veterano Michael Laverty que ter por objetivo fomentar o motociclismo britânico, já que vai contar majoritariamente com pilotos, engenheiros e técnicos ingleses. É uma espécie de segundo passo da Academia MLav do norte-irlandês.

Além disso, a lista mostra a ausência da Gresini na Moto3, resultado do foco no projeto da MotoGP. Assim, entra em cena a equipe MTA, do ex-piloto Alessandro Tonucci, que corre no Mundial Júnior de Moto3.

A lista divulgada pela FIM não confirma o equipamento que será utilizado pela maioria das equipes, salvo exceções como a Aspar, que será equipada pela GasGas na Moto3; Ajo e Tech3, clientes da KTM categoria menor; Team Asia, que será atendido pela Honda nas duas classes; Forward, que é uma equipe MV Agusta; e RW, que conta com chassis NTS.

Cada uma dessas equipes contará com dois pilotos, o que significa um grid de 30 competidores em cada uma das categorias. O nome dos escolhidos, porém, será divulgado somente em novembro, no fim de semana do GP da Comunidade Valenciana.

Moto3 2022, Equipes:

1 Avintia Academia de Pilotos VR46
2 RBA
3 CIP
4 Aspar GasGas
5 Team Asia Honda
6 Leopard
7 MSI
8 PrüstelGP
9 Red Bull KTM Ajo
10 Red Bull KTM Tech3
11 Snipers
12 Sic58
13 MAX
14 MTA
15 Vision Track

Moto2 2022, Equipes:

1 American
2 VR46
3 Aspar
4 Marc VDS
5 Pons
6 Team Asia Honda
7 Italtrans
8 IntactGP
9 MV Agusta Forward
10 RW NTS
11 SAG
12 Red Bull KTM Ajo
13 Speed Up
14 Gresini
15 Yamaha VR46 Master Camp

A MotoGP volta às pistas no próximo dia 3 de outubro para o GP das Américas, em Austin, no Texas. O GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades do Mundial de Motovelocidade 2021.

Grande Prêmio
Publicidade
Publicidade