PUBLICIDADE

Aleix Espargaró admite culpa e explica erro na Catalunha: "Aqui é diferente, me enganei"

Aleix Espargaró cometeu um erro bizarro ao achar que a corrida havia terminado antes de completar a última volta. Ele deixou escapar um pódio e finalizou na quinta posição

5 jun 2022 - 11h50
Ver comentários
Espargaró terminou em quinto lugar
Espargaró terminou em quinto lugar
Foto: Reprodução / Grande Prêmio

Aleix Espargaró fazia um fim de semana perfeito na Catalunha e era tido como favorito para vencer. Na primeira volta, no entanto, Fabio Quartararo o ultrapassou e abriu uma boa vantagem. Vendo o francês longe, o piloto da Aprilia parecia se conformar com a segunda posição — a qual ele batalhava contra Jorge Martín para manter. Só que tudo foi por água abaixo quando cruzou a linha para completar a última volta.

Foi um erro bizarro. O espanhol de Granollers simplesmente não percebeu que ainda restava um giro, pensou que a prova havia acabado. E foi só quando começou a desacelerar que notou o que tinha acontecido. Aleix, que voltou aos boxes aos prantos, terminou na quinta posição, deixando o pódio escapar. Questionado sobre isso mais tarde, ele assumiu a culpa.

"A culpa é completamente minha, o meu pit-board [a sinalização para os pilotos] estava muito perto da primeira curva. Eu estava indo ao limite, então apenas observei a minha diferença para [Jorge] Martín - que era de 0s6 — , observei as voltas, observei a cronometragem e vi 'LAP 1'. Então, fiz a volta e depois não me lembrei que aqui em Barcelona a última volta é o número zero, não o um", explicou.

LADO A LADO

O piloto achou que a corrida havia terminado
O piloto achou que a corrida havia terminado
Foto: Reprodução / Grande Prêmio

"Aí, desacelerei na reta, então sinto muito pelo meu time porque sei que não tive a velocidade do Fábio para vencer. Mas se quero vencê-lo no campeonato, não posso cometer esses erros porque hoje perco nove pontos. Então, sinto muito", acrescentou.

A vantagem de Quartararo, segundo Espargaró, foi ter acertado no começo da corrida e gerenciado bem os pneus. Era, inclusive, uma de suas preocupações após ter conquistado a pole-position no sábado.

"Ontem, todos estavam preocupados, dizendo que eu tinha de gerenciar bem os pneus nas primeiras voltas. Consegui, porque no final da corrida, quando ultrapassei o Martín, tinha borracha suficiente para segurá-lo", falou.

"Acho que o Fabio não foi mais rápido que eu, mas ele foi mais esperto, conseguiu forçar no início, mas no final é impossível recuperar 2s5 de diferença para ele. Acho que poderia ter disputado com ele no início mas, de qualquer forma, terminou assim", encerrou ele.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

MARC MÁRQUEZ TOMA DECISÃO CORAJOSA PARA SALVAR CARREIRA NA MOTOGP

Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

Grande Prêmio
Publicidade
Publicidade