2 eventos ao vivo
MMA

De mal com o São Paulo, Demian Maia crê em sucesso de UFC em quarta-feira

20 ago 2013
15h36
atualizado às 15h36
  • separator
  • comentários

O UFC oficializou, na manhã desta terça-feira, que realizará um evento da sigla na cidade de Barueri, na Grande São Paulo, no dia 9 de outubro, uma quarta-feira, com o lutador são-paulino Demian Maia como grande nome do evento. O dia da semana escolhido para o card paulista mostra uma nova tendência da organização, que passou recentemente a colocar lutas do mais famoso campeonato de artes marciais mistas (MMA) no meio da semana.

Além do UFC Fight Night em Barueri, o de Belo Horizonte, no dia 4 de setembro, também será em uma quarta. A nova moda da organização, que sempra tenta se comparar ao futebol no Brasil - onde as rodadas dos campeonatos costumam ser no meio de semana e no fim de semana -, começa já no próximo dia 28 de agosto, com o UFC Fight Night em Indianápolis, nos Estados Unidos. Demian Maia, que lutará em Barueri, crê que não haverá problema em concorrer com o futebol.

<p>Demian Maia entende que UFC n&atilde;o vai concorrer com futebol porque n&atilde;o acontece sempre no Brasil</p>
Demian Maia entende que UFC não vai concorrer com futebol porque não acontece sempre no Brasil
Foto: Bruno Santos / Terra

"O UFC é perto, do lado de São Paulo. Tem condições de lotar sim. Mesmo se tivesse um clássico em São Paulo lotaria, a Grande São Paulo tem 20 milhões de pessoas. Futebol tem toda hora, UFC não é sempre", arriscou dizer o lutador. 

Ultimamente, a sigla tem tido problemas em encher as arenas montadas no Brasil. O UFC realizado no mês de janeiro, no Ginásio do Ibirapuera, em São Paulo, decepcionou a organização, assim como o último realizado no Rio de Janeiro, que contou com um card com direito à defesa de cinturão de José Aldo, mas mesmo assim apresentou muitas cadeiras vazias. 

Torcedor do São Paulo desde criança, Demian Maia aponta, entretanto, que a emoção de ver um card próximo ao octógono é maior do que assistir a um jogo de futebol. "Você fica hipnotizado, não tem como", opinou.

Apesar de dizer que foi muito ao Estádio do Morumbi quando era mais jovem, o paulistano também brincou com a péssima fase da sua equipe do coração. "Na situação atual do São Paulo, está difícil (ir ao Morumbi)", afirmou, entre risos. 

&amp;lt;a data-cke-saved-href=" http://esportes.terra.com.br/infograficos/ring-girls-brasileiras/iframe.htm " href=" http://esportes.terra.com.br/infograficos/ring-girls-brasileiras/iframe.htm "&amp;gt;veja o infogr&aacute;fico&amp;lt;/a&amp;gt;
Fonte: Terra
  • separator
  • comentários
publicidade