PUBLICIDADE

Festival de Lutas: segunda etapa tem show de Jiu-Jitsu no Rio de Janeiro

Evento aconteceu no último sábado (22), no Velódromo do Rio de Janeiro, e reuniu mais de 25 projetos sociais, com o "Projeto Drive-In" sendo campeão; saiba mais

26 jan 2022 19h02
ver comentários
Publicidade

Evento totalmente gratuito e voltado para crianças e adolescentes de projetos sociais, o Festival de Lutas da Secretaria de Estado de Esporte e Lazer do Rio de Janeiro realizou sua segunda etapa no último sábado (22), no Velódromo do Parque Olímpico da Barra da Tijuca (RJ), reunindo centenas de jovens para lutas de Jiu-Jitsu e outras atividades.

Cria de um projeto social e campeã mundial de Jiu-Jitsu, Gabi Pessanha marcou presença no evento (Foto @jadirub)
Cria de um projeto social e campeã mundial de Jiu-Jitsu, Gabi Pessanha marcou presença no evento (Foto @jadirub)
Foto: Lance!

Ao todo, 25 equipes participaram do Festival de Lutas - organizado pela FJJD-Rio -, que teve o "Projeto Drive-In" no alto do pódio, com 14.500 pontos. Logo em seguida vieram o "Projeto Márcio Rodrigues", em segundo, e o "Projeto Vencedores em Cristo", em terceiro. O Top 5 foi composto ainda por Geração UPP e Usina de Campeões.

- O Festival de Lutas tem sido um sucesso. Além de promover a iniciação competitiva de diversas crianças e jovens, realizamos oficinas esportivas e distribuímos quimonos, camisas, brindes e lanches. Somando as duas etapas, conseguimos atender cerca de 600 crianças e adolescentes. Nossa previsão é passar de mil jovens atendidos com a última etapa - afirmou Gutemberg Fonseca, secretário de Estado de Esporte e Lazer do RJ e responsável por viabilizar o evento ao lado do deputado estadual Anderson Moraes.

- Só conseguimos transformar o Festival de Lutas em realidade graças ao apoio do deputado estadual Anderson Moraes, que tem sido incansável no seu trabalho pelo Rio de Janeiro. Ele destinou uma emenda parlamentar para que pudéssemos realizar o evento e, com isso, permitiu que esses jovens tivessem uma experiência diferente no âmbito esportivo: participar de uma competição. As pessoas precisam entender que fomentar o esporte é investir na formação de pessoas - completou o secretário.

A primeira das três etapas, vale lembrar, aconteceu em dezembro passado, com duelos de Boxe e Muay Thai entre jovens de projetos sociais. Já na segunda etapa, o Jiu-Jitsu entrou em cena, e ele retornará no dia 20 de fevereiro, no Ginásio Municipal de Mesquita, para encerrar com chave de ouro a primeira edição do Festival de Lutas.

- É uma determinação do governador Cláudio Castro promover, incessantemente, a acessibilidade ao esporte para toda a população. E é isso que estamos fazendo através dos núcleos esportivos que estão sendo criados, da regulamentação do programa Bolsa Atleta e da realização de eventos esportivos - disse Gutemberg.

Parceria de sucesso

Presidente da FJJD-Rio, Rogério Gavazza citou a longa parceria - e de sucesso - da federação com o Governo do Estado do Rio de Janeiro. Ele ainda destacou que todos os atletas participam sem custos do Festival de Lutas, que além da competição em si, ainda ofereceu quimonos, lanches e brindes, sem contar nas atividades, como o seminário da faixa-preta Gabi Pessanha - campeã mundial de Jiu-Jitsu - com o seu professor, Márcio de Deus.

- A FJJD-Rio vem trabalhando ao longo de 14 anos sempre visando o crescimento do nosso esporte, e isso inclui os projetos sociais. Já fizemos a Copa UPP e a Copa das Forças de Segurança em parceria com o Governo do Estado e agora é a vez do Festival de Lutas, um evento inédito no Brasil. A segunda etapa foi realmente uma grande festa do Jiu-Jitsu e agora já estamos trabalhando de olho na terceira e última etapa do evento, que acontecerá no dia 20 de fevereiro, para crianças de 6 a 10 anos. Nossa expectativa é por mais um grande evento - encerrou Gavazza.

Vale lembrar ainda que a terceira e última etapa do Festival de Lutas está marcada para o dia 20 de fevereiro, no Ginásio Municipal de Mesquita, novamente com o Jiu-Jitsu como atração.

Lance!
Publicidade
Publicidade