0

Volta por cima e missão contra a queda: Luxemburgo chega ao Vasco

Treinador estava sem clube desde outubro de 2017 e foi anunciado pelo clube com contrato até o fim desta temporada

8 mai 2019
12h41
atualizado às 12h43
  • separator
  • comentários

Prestes a completar 67 anos, Vanderlei Luxemburgo foi anunciado como novo treinador do Vasco nesta quarta-feira. O veterano terá uma missão complicada pela frente. Questionado e somando mais de 500 dias sem trabalhar com futebol, o treinador retoma a carreira com a responsabilidade de tirar o Cruz-Maltino da lanterna do Campeonato Brasileiro e a chance de voltar aos holofotes no cenário nacional.

Volta por cima

Luxemburgo assinou com o Vasco até o fim do ano (Foto: Arte/Lance!)
Luxemburgo assinou com o Vasco até o fim do ano (Foto: Arte/Lance!)
Foto: Lance!

Luxa será técnico do Vasco (Foto: AFP PHOTO / Jefferson BERNARDES)

Em baixa pelos últimos trabalhos ruins e com a ascensão de novos treinadores com filosofias diferentes, Vanderlei Luxemburgo tentará dar a volta por cima no Vasco. Em outras proporções, o objetivo é uma história de sucesso como a que Felipão conquistou no Palmeiras. Nesse caso, o Cruz-Maltino luta contra o rebaixamento e tem um elenco limitado, mas a junção dos momentos pode ser positiva.

O último trabalho

Último clube de Luxa foi o Sport (Foto: Divulgação)

O último título de Luxemburgo aconteceu no Campeonato Carioca de 2011, quando comandava o Flamengo e contava com Ronaldinho Gaúcho no elenco. Depois, ele passou por Grêmio, Fluminense, Fla novamente, Cruzeiro, Tianjin Quanjian (CHI) e, por fim, o Sport, de maio a outubro de 2017.

Acumulando polêmicas e trabalhos sem brilho anteriormente, o treinador saiu do clube pernambucano depois da queda na Copa Sul-Americana e com o time na 15ª posição no Campeonato Brasileiro. Foram 11 vitórias, oito empates e 15 derrotas.

O que Luxa pode trazer

Luxemburgo (Foto: Reprodução/Sportv)

Mesmo sem ser a primeira opção pensada pela diretoria, Luxemburgo pode dar ao elenco mais blindagem dos problemas vividos pelo Vasco fora de campo. Experiente, o treinador terá mais gerência em diversas áreas do time e deverá utilizar a parada para a Copa América para "colocar ordem na casa". Isto é, reforçar o grupo e implantar o estilo de trabalho pensado.

Após a partida contra o Santos, o Vasco terá pela frente Avaí, em casa, Fortaleza, fora, Botafogo, no Nilton Santos, Internacional e Ceará em São Januário. Depois, a equipe faz uma parada até o dia 14 de julho.

Perfil da diretoria

Campello queria perfil experiente (Foto: Celso Pupo/Fotoarena)

Vivendo um momento conturbado e de questionamentos, a diretoria vascaína colocou como perfil principal um treinador experiente e que, preferivelmente, já tivesse conhecimento sobre o Vasco. Apesar de não ter sido o primeiro nome investido e contar com resistência interna, Vanderlei Luxemburgo voltou aos planos depois de algumas recusas e negociações que não foram à frente.

Dorival Júnior, Jorge Jesus, Diego Aguirre, Dunga e Thiago Larghi foram alguns que tiveram os nomes colocados na mesa. O último é o único que fugiu do perfil traçado, mas as conversas não passaram do primeiro contato. Luxa assina até o fim do ano com o Cruz-Maltino.

Lance!
  • separator
  • comentários
publicidade