PUBLICIDADE

Camisa do Barça nos Emirados Árabes dá até 15 anos de prisão

País proíbe a exibição de simpatia ao Catar, e patrocínio de companhia aérea pode render prisão aos torcedores

8 jun 2017 16h15
| atualizado às 16h23
ver comentários
Publicidade

Os torcedores e simpatizantes do Barcelona podem ter problemas sérios se vestirem a camisa do clube nos Emirados Árabes. O país proibiu na última quarta-feira qualquer demonstração de empatia com o Catar e ameaça de 15 anos de prisão para quem violar a regra. A camisa do time catalão, no entanto, conta com o patrocínio master da Qatar Airways.

Patrocínio da Qatar Airways pode dar problema aos torcedores do Barcelona (Foto: LLUIS GENE / AFP)
Patrocínio da Qatar Airways pode dar problema aos torcedores do Barcelona (Foto: LLUIS GENE / AFP)
Foto: Lance!

Os Emirados Árabes aumentaram a pressão sobre o país vizinho de Golfo Pérsico e se juntou a Arábia Saudita, Bahrein, Egito, Iêmen e Maldivas para cortar relações com eles. Isso devido a um suposto apoio ao Irã e a grupos radicais islâmicos, dando suporte ao terrorismo.

Além de uma possível pena de prisão, os infratores também podem ser sujeitos a uma multa de ao menos 500 mil dirhams, a moeda local. Entre os primeiros afetados dessa ação está a própria Qatar Airways, que já teve dezenas de voos com problemas.

- Uma ação rigorosa e firme será adotada contra qualquer um que mostre simpatia ou qualquer forma de inclinação pelo Catar, ou contra qualquer um que objete à posição dos Emirados Árabes Unidos, seja por meio das redes sociais ou qualquer forma escrita, visual ou verbal - disse o Procurador-Geral dos Emirados, Hamad Saif al-Shamsi, segundo o "Gulf News".

Veja também

Lionel Messi terá parque temático em sua homenagem na China:

 

Lance!
Publicidade
Publicidade