2 eventos ao vivo
Logo do São Paulo
Foto: Marcos Bezerra / Futura Press

São Paulo

Sem Copa, San-São ganha mais valor para Rodrigo Caio; veja cinco motivos

No domingo, contra o Santos, no Morumbi, o zagueiro deve voltar a ficar à disposição no São Paulo para já começar a deixar para trás a frustração de não ter sido chamado por Tite

15 mai 2018
08h03
  • separator
  • comentários

Fora da lista de Tite para a Copa do Mundo, Rodrigo Caio começa nesta terça-feira, dia de folga para a maior parte do elenco, uma missão para deixar a frustração para trás. É bem provável que o pontapé inicial dessa tarefa seja o clássico do São Paulo contra o Santos, no próximo domingo, no Morumbi, pelo Campeonato Brasileiro.

Zagueiro deve voltar a jogar neste domingo e tentar deixar para trás a frustração (Rubens Chiri/saopaulofc.net)
Zagueiro deve voltar a jogar neste domingo e tentar deixar para trás a frustração (Rubens Chiri/saopaulofc.net)
Foto: LANCE!

O zagueiro já está recuperado da entorse no pé esquerdo que sofreu no 0 a 0 diante do Ceará, em 22 de abril. Não enfrentou o Bahia, há dois dias, porque ainda precisa aprimorar a forma física. Como já treinou com o elenco na semana passada, deve ser titular no San-São depois de quatro jogos fora.

O LANCE! lista abaixo cinco motivos que mostram porque o clássico ganhou importância diante da ausência de Rodrigo Caio do grupo que vai à Rússia:

1) Nada de abatimento
Na manhã da segunda-feira, havia uma alta expectativa no CT da Barra Funda para a convocação de Rodrigo Caio. Tudo se desfez quando Tite anunciou o nome de Geromel. E caberá ao zagueiro provar que não ficou abatido com a escolha do técnico da Seleção Brasileira.

Rodrigo Caio tinha grande esperança de estar na Rússia e, obviamente, ficou triste. Mas, ao mesmo tempo, é o jogador há mais tempo no elenco (está em sua oitava temporada no time principal) e um dos nomes de confiança da comissão técnica dentro de campo. Carrega, por isso, a missão de não deixar a frustração atrapalhá-lo, ainda mais em um clássico.

2) Vitrine que restou
Rodrigo Caio não esconde nem publicamente que sente estar perto de sair do São Paulo, como disse à ESPN na semana passada. Neste sentido, com o objetivo de jogar na Europa, a Copa do Mundo deixa de ser uma vitrine. Com isso, resta ao zagueiro provar sua condição no futebol brasileiro. E se destacar em um clássico é o primeiro passo nesta tarefa.

3) Pode ser um de seus últimos clássicos
O São Paulo e o estafe de Rodrigo Caio dão quase como certa uma negociação no meio do ano. Por conta disso, esse San-São pode ser o último clássico do zagueiro pelo time do coração e que o revelou profissionalmente. O que aumenta a expectativa particular do jogador para o compromisso.

4) Tirar a desconfiança da torcida
As redes sociais têm exposto a reprovação dos torcedores às atuações de Rodrigo Caio neste ano. Enfrentar o Santos no Morumbi, neste domingo, é uma oportunidade de o zagueiro deixar para trás tanta desconfiança e, enfim, ser aplaudido no estádio do clube.

5) Provar que se recuperou da lesão
Quando se machucou, nos minutos finais do jogo contra o Ceará, Rodrigo Caio chegou a dizer que tinha sentido ter fraturado o pé esquerdo e chorou ao fim do jogo. Mas o que se constatou foi uma rara entorse no pé. O São Paulo informa que o jogador já está recuperado da lesão. E provar em campo que está sem nenhuma restrição física é fundamental, inclusive, para os planos de negociação nas próximas semanas.

LANCE!

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade