0

Santos vê portas abertas a Ricardo Oliveira, mas não o enxerga como prioridade no momento

Jogador, que tem hoje 40 anos, está fora dos planos do Atlético-MG, mas ainda não acertou o seu desligamento com o clube

2 jul 2020
14h03
atualizado às 14h26
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Com Ricardo Oliveira fora dos planos do técnico Jorge Sampaoli no Atlético-MG, o nome do centro avante voltou ao radar no Santos. No entanto, não há negociações em aberto. A diretoria santista também não enxerga a aquisição do jogador, atualmente com 40 anos, como prioridade no momento.

Ricardo Oliveira tem passagens pelo Santos em 2003 e entre 2015 e 2017 (Foto: Ivan Storti/Santos FC)
Ricardo Oliveira tem passagens pelo Santos em 2003 e entre 2015 e 2017 (Foto: Ivan Storti/Santos FC)
Foto: Lance!

Contudo, internamente é de consenso que as portas do CT Rei Pelé estão abertas para o atleta caso uma futura conversa venha acontecer, mas para isso é preciso que as condições de negócio enquadre-se na realidade financeira do Peixe. O elenco possui uma quantidade considerável de peças para o ataque e lateral-esquerda e meio campo são as preferências atuais.

Além disso, o Alvinegro Praiano está impedido de registrar novos jogadores até efetuar o pagamento de 4,1 milhões de euros (R$ 24,4 mi) ao Hamburgo (ALE) pela contratação do zagueiro Cléber Reis (atualmente emprestado à Ponte Preta), além disso precisa pagar R$ 1,6 milhão ao Brugge (BEL) pelo empréstimo de Luan Peres. Nesta quarta-feira, o clube chegou a um acordo com o Ajax (HOL) para o pagamento de 1 milhão de euros (R$ 6 mi) pela cotratação do meia da base, Giovanni Manson, que tinha perioridade do seu primeiro vínculo profissional com o Santos, pelos holandeses, mas o valor ainda não é o suficiente para que todas as pendências financeiras sejam quitadas.

Embora o Oliveira saiba que não ficará no Galo, ele ainda não rompeu o seu vínculo com o clube mineiro. O Atlético-MG possui dívidas com o jogador que não aceitou a forma de parcelamento proposta. Como o atleta tem contrato com a equipe até dezembro, ele ainda não está livre no mercado.

Veja também:

Colunista do L! critica falha na coleta dos exames da Covid-19 em jogos do Brasileiro
Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade