0

Santos conversa com advogada de Robinho para tentar retorno

A relação entre Marisa Alija, representante do atacante, e a atual gestão é boa desde o início do mandato de Peres; Jogador não deve permanecer no futebol turco

27 fev 2020
14h01
atualizado às 14h25
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
Robinho possui três passagens pelo Santos (Foto: Ivan Storti/Lancepress!)
Robinho possui três passagens pelo Santos (Foto: Ivan Storti/Lancepress!)
Foto: LANCE!

Em baixa no Istambul Basaksehir, o atacante Robinho pode reaparecer no Santos. A diretoria santista mantém conversas com a advogada do jogador, Marisa Alija, e a consultou para saber se o eterno 'Menino da Vila' tem interesse em retornar ao Brasil. A informação foi inicialmente publicada pelo Globoesporte.com e confirmada pelo LANCE!.

A relação entre Marisa e o presidente do Santos, José Carlos Peres, é boa desde o início da atual gestão, em 2018. Eles sempre mantiveram contato e o mandatário santista por vezes manifestou o desejo em contar novamente com Robinho. O clube possui uma dívida com o atleta feita ainda na administração anterior, de Modesto Roma Júnior, no qual em 2017 efetuou um acordo para pagamentos de pendências salariais, mas arcou com apenas duas parcelas. O valor, inclusive, está sendo quitado pela atual gestão.

Robinho tem contrato com o Basaksehir até junho, com opção de renovação automática por mais um ano. Contudo, o mau rendimento do jogador na última temporada, principalmente por algumas lesões que atrapalharam a sua sequência, deve fazer com que o clube turco não exerça a opção. São 16 jogos, sete como titular, e nenhum gol marcado nesta época. No Istambul desde dezembro de 2018, o atacante fez 34 jogos e tem quatro gols.

Embora ídolo santista, o atleta atualmente tem rejeição de uma parte da torcida por dois motivos: após três passagens de sucesso pelo Santos (2002 a 2005, 2010 e 2014 a 2015), em 2016 o atacante retornou ao Brasil para jogar no Atlético-MG, após rápida passagem no futebol chinês, o que gerou grande insatisfação a maioria dos torcedores. No entanto, é a condenação a nove anos de prisão pela justiça italiana em 2017 por abuso sexual, no qual o jogador é acusado de ter estuprado uma jovem albanesa com mais cinco homens, o principal fato que justifica a contrariedade, principalmente pela ala feminina do Santos.

Contabilizando as três passagens do 'Rei das Pedaladas' pela Vila Belmiro, o atleta soma 246 jogos e 109 gols com a camisa santista. Pelo Santos, o atacante tem dois títulos brasileiros, dois paulistas e uma Copa do Brasil.

* Sob supervisão de Vinícius Perazzini

Veja também:

Editor do L! analisa sorteio de mando na final da Taça Rio
Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade