1 evento ao vivo

Rodriguinho decide de novo e Corinthians bate Flu na estreia

Meia marca dois gols, e Timão vence o Fluminense por 2 a 1, na estreia do Brasileirão, em Itaquera. Equipe carioca melhorou no segundo tempo e deu trabalho aos paulistas

15 abr 2018
18h02
atualizado às 18h04
  • separator
  • comentários

O Corinthians venceu o Fluminense por 2 a 1 neste domingo, na Arena em Itaquera, pela estreia do Brasileirão. O Timão contou com dois gols do decisivo Rodriguinho para vencer o Tricolor, que foi melhor durante quase todo o segundo tempo.

Atual campeão brasileiro, o Corinthians não teve uma boa atuação, mas fez sua lição de casa. O Flu, por sua vez, mostra que essa equipe jovem tem valor e pode incomodar os adversários no campeonato.

Rodriguinho resolve de novo e marca os dois gols da vitória do Corinthians contra o Fluminense, na Arena em Itaquera.
Rodriguinho resolve de novo e marca os dois gols da vitória do Corinthians contra o Fluminense, na Arena em Itaquera.
Foto: FERNANDO DANTAS/Gazeta Press

Jogo travado
O Fluminense deixou claro o que queria na Arena: defender-se e jogar no erro do Corinthians. A equipe carioca atuou em um 5-4-1, com todos os jogadores no campo de defesa. Já o Timão, em seu 4-2-4, não conseguia furar o bloqueio adversário. O primeiro tempo foi travado, sem grandes chances de gols.

Sempre ele
O Corinthians não teve inspiração durante o primeiro tempo, mas conseguiu abrir o placar aos 45 minutos. Rodriguinho recebeu cruzamento de Romero e cabeceou no canto direito do goleiro Júlio César. Mas o meia não parou por aí: ele marcou aos 40 do segundo tempo o gol que deu a vitória ao Corinthians.

Rodriguinho foi o autor dos últimos quatro gols do Timão, porque já tinha marcado contra São Paulo e Palmeiras, nas voltas da semifinal e final do Paulistão, respectivamente. Ele é o artilheiro da equipe na temporada, com oito gols.

Marcelinho Carioca, ídolo da torcida alvinegra, exibe o troféu do Campeonato Brasileiro conquistado pelo Corinthians no ano passado.
Marcelinho Carioca, ídolo da torcida alvinegra, exibe o troféu do Campeonato Brasileiro conquistado pelo Corinthians no ano passado.
Foto: FERNANDO DANTAS/Gazeta Press

Flu até respondeu
O Fluminense não demorou para responder após levar o primeiro gol. Logo aos três minutos do segundo tempo, depois da cobrança de lateral, Gum ganhou a primeira bola, Pedro desviou, e Richard completou, sozinho, sem chances para Cássio. O Tricolor aproveitou a bobeira coletiva do Timão, que sofreu novamente com as bolas aéreas.

Acordou!
Após o gol, o Fluminense mudou completamente sua postura. Se no primeiro só se defendia e esperava para sair em contra-ataque, na etapa final passou a levar perigo para o Corinthians. O atacante Pedro conseguiu receber bolas e incomodar os zagueiros alvinegros, mas a melhor chance foi com Ayrton, que avançou pela esquerda e chutou cruzado.

Timão apagado, mas tem Rodriguinho
O Corinthians sentiu o gol do Fluminense. Na etapa inicial, a equipe buscou o jogo e tentou furar a forte marcação tricolor, mas no segundo tempo mostrou pouco repertório para criar as jogadas. Romero tentou pelo lado direito, Clayson pela esquerda, Rodriguinho quase não pegou na bola, e Mateus Vital esteve apagado. Para piorar, os volantes Ralf e Renê Júnior não estavam em um dia inspirado e emperraram as saídas de bola.

O Timão, porém, tem Rodriguinho, que fez o gol da vitória aos 40 minutos. Ele recebeu cruzamento de Sheik pelo lado esquerdo e mandou para o fundo da rede para dar a vitória ao Corinthians.

FICHA TÉCNICA
CORINTHIANS 2 X 1 FLUMINENSE
Local: Arena Corinthians, São Paulo (SP)
Data-Hora: 15/4/2018 - 16h
Árbitro: Anderson Daronco (Fifa/RS)
Auxiliares: Rafael da Silva Alves (RS) e Elio Nepomuceno de Andrade Junior (RS)
Público/renda: 28.777 pagantes/R$ 1.372.018,07
Cartões amarelos: -
Cartões vermelhos: -
Gols: Rodriguinho (45'/1ºT) (1-0), Richard (3'/2ºT) (1-1), Rodriguinho (40'/2ºT) (2-1),

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Balbuena, Henrique e Sidcley; Ralf e Renê Júnior (Maycon, aos 25'/2ºT); Romero (Pedrinho, aos 33'/2ºT), Rodriguinho, Mateus Vital (Emerson Sheik, aos 22'/2ºT) e Clayson. Técnico: Fábio Carille.

FLUMINENSE: Júlio César; Renato Chaves (Marcos Júnior, aos 43'/2ºT), Gum e Ibañez (Frazan, aos 23'/1ºT); Gilberto, Richard, Jadson, Sornoza e Ayrton Lucas; Pablo Dyego e Pedro (João Carlos, aos 30'/2ºT). Técnico: Abel Braga.

Lance!

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade