0

Presidente do Vasco discute sobre uso de máscara em programa do SporTV

Alexandre Campello foi questionado sobre reunião presencial com o Presidente da República e do Flamengo para discutir o retorno do futebol no Brasil

21 mai 2020
09h22
atualizado às 09h31
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O presidente do Vasco, Alexandre Campello, foi centro de polêmica no programa "Troca de Passes", do "SporTV" na noite da última quarta-feira, quando o apresentador Rodrigo Rodrigues estava preparando uma pergunta para questionar o mandatário sobre o uso de máscaras. O dirigente vascaíno e o presidente do Flamengo, Rodolfo Landim, almoçaram com o presidente Jair Bolsonaro na última terça-feira em um encontro com cerca de 13 pessoas e todas estavam sem proteção.

Campello foi alvo de polêmica nesta semana por conta de reunião com Presidente da República (Paulo Fernandes/Vasco.com.br)
Campello foi alvo de polêmica nesta semana por conta de reunião com Presidente da República (Paulo Fernandes/Vasco.com.br)
Foto: Lance!

Ana Thaís Matos também estava na bancada do programa, enquanto Carlos Eduardo Lino e Grafite participavam por vídeo, assim como Campello. Antes de poder concluir seu questionamento sobre protocolos de segurança, Rodrigo foi interrompido pelo presidente cruz-maltino.

- O Troca de Passes é praticamente o único programa do canal que está sendo feito em um estúdio, com todos os protocolos, como distanciamento, máscara, álcool gel. A gente só tira a máscara para entrar no ar, comentou o apresentador.

- Aliás eu não vi vocês de máscara - interrompeu o presidente do Vasco.

- Nós estamos no estúdio. No telejornalismo, as pessoas usam máscara nas ruas, no estúdio não - rebateu Rodrigues, quando Campello alertou:

- De qualquer forma eu conheço o estúdio e ele é fechado. Por que vocês não estão de máscara?

- Porque nós estamos no ar. Qual programa jornalístico você vê com as pessoas de máscara? Os repórteres usam na rua. O jornalismo é considerado atividade essencial - completou Rodrigo.

A discussão teve como tema principal a volta do futebol no Brasil, uma vez que Flamengo e Vasco, no Rio de Janeiro, são favoráveis ao retorno do esporte, enquanto Botafogo e Fluminense são contrários a discussão neste momento em que a doença está em seu pico no país. Ao fim da discussão, o apresentador conseguiu realizar sua pergunta.

- Por que a reunião em Brasília não foi feita por videoconferência? Porque passar essa mensagem ruim se o próprio presidente tem feito reuniões por videoconferência? Vocês realmente precisavam ir lá presencialmente, almoçar e tirar foto sem máscaras?

- Eu não cuido da agenda do presidente. Nós estávamos de máscara, tiramos para o almoço e fizemos a foto - finalizou o presidente vascaíno.

O debate foi interrompido por Lino, questionando sobre os aspectos referentes à reunião. Durante os argumentos, Campello defendeu o retorno dos treinos por ser um ambiente aberto e, consequentemente, mais seguro do que trabalhar em um local fechado.

Rodrigo Rodrigues finalizou dizendo que a TV Globo segue todos os protocolos sanitários de segurança impostos pelas autoridades e fez um agradecimento aos funcionários que trabalham em supermercados, farmácias e hospitais que estão na linha de frente do combate ao coronavírus.

Veja também:

Editor do L! analisa retorno de Fred ao Fluminense
Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade