PUBLICIDADE

Possível surto de Covid-19 prejudicará preparação do Corinthians para o Dérbi; entenda

Timão está no aguardo da contraprova de testes que inicialmente positivaram atletas e membros da comissão técnica. Com isso, treino desta terça-feira (2) foi comprometido

2 mar 2021 15h03
| atualizado às 15h45
ver comentários
Publicidade

O Corinthians programou para a tarde desta terça-feira (2) o seu único treino com o elenco completo em preparação para o clássico diante do Palmeiras, nesta quarta-feira (3), às 19h, na Neo Química Arena, pela segunda rodada do Campeonato Paulista. Mas esse planejamento prejudicado por conta de um possível surto de Covid-19 no elenco.

Corinthians está dependente de resultado de teste para se preparar para o Dérbi (Foto: Rodrigo Coca/Ag. Corinthians)
Corinthians está dependente de resultado de teste para se preparar para o Dérbi (Foto: Rodrigo Coca/Ag. Corinthians)
Foto: Lance!

De acordo com informação inicialmente publicada pelo "UOL Esporte", um número considerável de atletas e funcionários do Timão, incluindo membros da comissão técnica e diretoria, testaram positivo para o vírus. No entanto, o clube está no aguardo da contraprova para definir as providências a serem tomadas.

A previsão para que o clube tenha acesso aos resultados da segunda bateria de exames é ainda na tarde desta terça-feira (2). No entanto, o prazo do resultado pode interferir na preparação da equipe para o clássico, já que a previsão era de treinamento no mesmo período, o que está cancelado até a divulgação dos apontamentos dos testes.

Vale lembrar que no fim de janeiro, um dia antes do duelo contra o Bahia, no dia 28, pela 30ª rodada do Campeonato Brasileiro, em Salvador, o Timão teve um registro de dez casos de Covid-19. Porém, na segunda análise todos os casos marcaram negativo. Mesmo assim, como o elenco corintiano já havia viajado para a capital baiana quando o resultado da contraprova saiu, os atletas desfalcaram o clube na derrota por 2 a 1, na Arena Fonte Nova.

Ônus para o Dérbi

Na reapresentação corintiana após o empate por 0 a 0 com o Red Bull Bragantino, no último domingo (28), pela primeira rodada do Campeonato Brasileiro, no estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista, os titulares do duelo contra o Massa Bruta fizeram apenas uma atividade regenerativa.

Por sua vez, jogadores que integravam o departamento médico, como Fagner, Fábio Santos, Luan e Otero treinaram e automaticamente sinalizaram retorno. Com isso, a atividade de véspera da partida contra o Palmeiras tem uma grande importância para formatação de ideia e a incerteza quanto ao número de infectados com o vírus gera um prejuízo para o Corinthians, ainda que a contraprova aponte que os casos são negativos.

Caso os resultados se mantenham

O Corinthians pode pedir o adiamento do clássico na Federação Paulista de Futebol. O Timão espera o resultado da nova bateria de testes para tomar as devidas providências.

O regulamento do Campeonato Paulista da aos clubes a possibilidade de inscrever até 26 jogadores na chamada "Lista A", mas abre precedentes para uma "Lista B", que é ilimitada em quantidade, mas restrita a atletas que passaram pelo menos um ano na base do clube. Contudo, as equipes não podem ultrapassar a quantidade de sete atletas da segunda lista em campo ao mesmo tempo.

Os times têm até o dia 9 de abril para preencher as suas vagas em ambas as listas. Até o momento, o Corinthians inscreveu 18 jogadores para a lista A e 12 para a B.

Em meio às discussões sobre o retorno do futebol no Brasil, após a paralisação de quatro meses, entre março e junho de 2020, por conta da pandemia do novo coronavírus, ficou estipulado o mínimo de 13 jogadores à disposição para que os clubes entrarem em campo.

Lance!
Publicidade
Publicidade