0

Palmeiras joga mal e perde para o Coritiba no Allianz Parque

Verdão não se encontra na partida e sofre a terceira derrota consecutiva no Campeonato Brasileiro.

14 out 2020
20h03
atualizado às 20h17
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O Palmeiras não conseguiu se recuperar no Campeonato Brasileiro e sofreu sua terceira derrota consecutiva, desta vez para o Coritiba, por 3 a 1, no Allianz Parque, pela 16ª rodada da competição. Os gols do jogo foram marcados por Gabriel Veron, pelo lado palmeirense, com Robson, duas vezes, e Giovanni Augusto fazendo os tentos para o Coxa.

Com o resultado, o Verdão fica estacionado na sétima colocação, com 22 pontos. Já são três derrotas seguidas no campeonato.

Por sua vez, o Coritiba chegou aos 16 pontos e deixou a zona de rebaixamento da competição, pulando para a 15ª colocação ao final da partida.

Coritiba venceu o Palmeiras sem levar grandes sustos (Foto: Divulgação/Coritiba)
Coritiba venceu o Palmeiras sem levar grandes sustos (Foto: Divulgação/Coritiba)
Foto: LANCE!

Palmeiras tenta pressionar, mas Coritiba marca no começo

A partida começou com o Palmeiras tentando pressionar a defesa do Coritiba, mas deixando muitos espaços na defesa. Com a equipe modificada e contando com a volta de Weverton e Gabriel Menino, o Verdão parecia estar disposto a melhorar a imagem ruim deixada com as duas derrotas consecutivas.

Porém, quem foi objetivo acabou sendo o Coxa. Logo aos sete minutos, Yan Sasse recebeu a bola na direita, perto da linha de fundo, e tocou para trás. Giovanni Augusto chegou cruzando na segunda trave, e Robson apareceu sozinho para finalizar e abrir o placar no Allianz Parque após checagem do VAR. O Palmeiras sentiu o golpe, tentou empatar com Zé Rafael, mas o Verdão esbarrava na falta de criatividade.

Coxa marca mais um, Luxemburgo muda a equipe e Verdão diminui

Parecia que o Coritiba estava jogando em casa, tamanha a facilidade em trocar passes no meio-campo e chegar na área palmeirense. Aos 15 minutos, Giovanni Augusto obrigou Weverton a fazer boa defesa. O segundo gol parecia questão de tempo. E ele veio aos 23 minutos, quando Robson recebeu de fora da área e acertou um belo chute para ampliar o marcador.

O segundo gol do Coritiba obrigou Luxemburgo a mexer antes do intervalo. Ele tirou Zé Rafael por opção técnica e Lucas Esteves, lesionado. Entraram Ramires e Willian, e o Palmeiras começou a melhorar. Dois minutos depois das substituições, Patrick de Paula lançou Veron, que bateu na saída de Wilson para diminuir o placar. Ainda deu tempo de Wevcerton defender uma bola cara a cara com Robson antes do intervalo.

Palmeiras volta tentando pressionar

Em desvantagem no placar, o Palmeiras tentou voltar do intervalo pressionando. Aos quatro minutos, Scarpa cruzou, mas Luiz Adriano não alcançou a bola. Logo depois, foi a vez de Rony tentar o empate, mas o chute foi travado pela zaga paranaense.

A pressão continuou. Aos treze minutos, Willian e Luiz Adriano fizeram boa tabela, mas o camisa 29 não conseguiu chutar para o gol. Gabriel Veron ainda perdeu uma boa chance de cabeça após cruzamento de Rony.

Coritiba marca o terceiro e joga um balde de água fria

O Palmeiras continuava a pressão, com mais posse de bola, mas pecando muito na parte defensiva. O Coritiba mexeu na equipe e ficou mais ofensivo, com as entradas de Neilton e Matheus Bueno. Até que aos vinte minutos, o Coxa ampliou o marcador. Robson recebeu a bola na esquerda e cruzou na medida para Giovanni Augusto chegar no carrinho e marcar.

Aos 27 minutos, Gabriel Veron marcou o segundo do Palmeiras na partida, mas o gol foi anulado por impedimento após revisão do VAR. No fim da partida, o Palmeiras ainda tentou com Scarpa, em chute na rede pelo lado de fora, e com Rony, que obrigou Wilson a realizar uma boa defesa. Nada que alterasse a vitória do Coritiba e a fraca atuação do Palmeiras.

FICHA TÉCNICA

PALMEIRAS 1 x 3 CORITIBA

Local: Allianz Parque, São Paulo (SP)

Data/Hora: 14 de outubro de 2020, às 18h (de Brasília)

Árbitro: Jefferson Ferreira de Moraes (GO)

Assistentes: Fabricio Vilarinho da Silva (GO) e Bruno Raphael Pires (GO)

VAR: Caio Max Augusto Vieira (RN)

Cartões amarelos: Felipe Melo e Gabriel Veron (Palmeiras); Yan Sasse e Sabino (Coritiba)

Gols: Palmeiras: Gabriel Veron (37'1ºT) Coritiba: Robson (07'1ºT), (24'1°T) e Giovanni Augusto (20'2ºT)

PALMEIRAS: Weverton, Marcos Rocha (Rony, Intervalo), Felipe Melo, Renan e Lucas Esteves (Willian, aos 32'1ºT); Patrick de Paula (Danilo, Intervalo), Gabriel Menino, Gustavo Scarpa e Zé Rafael (Ramires, aos 32'1ºT); Gabriel Veron e Luiz Adriano (Raphael Veiga, aos 35'2ºT). Técnico: Vanderlei Luxemburgo.

CORITIBA: Wilson; Natanael, Henrique Vermudt (Ramón Martínez, aos 24'2ºT), Sabino e William Matheus, Hugo Moura, Matheus Galdezani (Matheus Bueno, aos 17'2ºT), Yan Sasse (Gabriel, Intervalo) e Giovanni Augusto; Robson (Mattheus, aos 35',2ºT) e Rodrigo Muniz (Neilton, aos 17'2ºT).

* Sob supervisão de Vinícius Perazzini

 

Veja também:

Editor do L! analisa grave crise dentro e fora de campo do Botafogo
Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade