PUBLICIDADE

Era uma vez um gigante chamado Corinthians

Com derrota para o Ceará e contratação de Vagner Mancini, Timão fica cada vez menor

12 out 2020 11h22
ver comentários
Publicidade

A vergonhosa derrota para o Ceará, depois de ficar com um jogador a mais desde os 16 minutos do segundo tempo, mostrou o quanto o Corinthians apequenou-se em 2020. Saiu Tiago Nunes, entrou Coelho, e o time conseguiu piorar.

Vagner Mancini é o novo técnico do Corinthians
Vagner Mancini é o novo técnico do Corinthians
Foto: GLEDSTON TAVARES/FramePhoto / Gazeta Press

Parece claro que o problema não é treinador. Se os jogadores estivessem insatisfeitos com Tiago Nunes, melhorariam de rendimento com Coelho por conta própria. Mas nem com o professor amigão houve poder de reação. Até porque se o elenco não é um primor, não deveria ser também esse saco de pancadas que virou.

É possível que com Vagner Mancini o time consiga resultados melhores? Sim até porque nesse ritmo a Série B é logo ali. Mas a opção pelo técnico que dirigia o Atlético Goianiense mostra que o time se assumiu pequeno.

Vagner Mancini tem como principal título a Copa do Brasil, em 2005, pelo Paulista. Ele também foi campeão baiano, catarinense e cearense. Não brilhou nas equipes grandes que dirigiu. Mas é a aposta corintiana para permanecer na Série A. 

Um pensamento pequeno para um técnico que se dá bem dirigindo times pequenos. Era uma vez um gigante chamado Corinthians.

 

Paradinha Esportiva Paradinha Esportiva
Publicidade
Publicidade