PUBLICIDADE

Michael Jordan perdeu quase R$ 3 bilhões em um ano

Levantamento da Forbes aponta que ídolo do basquete teve grande queda de receita durante a pandemia

25 mar 2021 11h12
| atualizado às 12h02
ver comentários
Publicidade

O astro do basquete norte-americano Michael Jordan teve uma perda estimada em R$ 3 bilhões em sua fortuna no período de um ano de Covid-19. Segundo levantamento da Revista Forbes, o ex-Chicago Bulls, atualmente com 58 anos, e que é dono de alguns negócios, entre eles a franquia Charlotte Hornets, teria perdido R$ 2.8 bilhões desde abril de 2020.

Ano de pandemia de coronavírus teria afetado finanças de Michael Jordan (Foto: Divulgação/NBA)
Ano de pandemia de coronavírus teria afetado finanças de Michael Jordan (Foto: Divulgação/NBA)
Foto: Lance!

No período delimitado entre abril do ano passado até março de 2021, a revista registrou a queda, porém, não especificou o que teria afetado o rendimento. O patrimônio, que é acompanhado em tempo real, era estimado em 2,1 bilhões de dólares (R$ 11,8 bilhões) e agora é de 1,6 bilhão de dólares (R$ 9 bilhões), segundo a publicação.

A temporada de 12 meses contou com problemas em arrecação em alguns times da NBA, principalmente pela ausência de público nas arenas. Além disso, a queda de 24% do astro histórico da NBA ainda pode interferir no ranking de homens mais ricos dos Estados Unidos, onde Michael está no Top-500.

Lance!
Publicidade
Publicidade