0

Mano 'blinda' equipe e diz que nada paralelo vai interferir no campo

O treinador tratou de diminuir a pressão sobre os seus jogadores sobre os problemas que podem afetar o elenco, como atrasos de salários e denúncias contra o clube

10 jul 2019
19h32
  • separator
  • 0
  • comentários

Após um breve descanso, com a pausa da Copa América, e praticamente três semanas de trabalho, os atletas do futebol brasileiro retomarão suas atividades normais neste meio de semana com o retorno da Copa do Brasil, em sua fase quartas de final. Entre os confrontos está o embate entre Cruzeiro e Atlético-MG, que vale vaga na semifinal da competição.

O sonho azul pelo hepta passa pelas mãos do técnico Mano Menezes. Atual bicampeão do torneio, de forma inédita, o treinador celeste acredita que a maior questão no momento é sobre como as equipes retornarão após um grande período sem jogos oficiais, de cara, em partidas de mata-mata.

-Vejo isso como o maior dilema de todas as equipes que vão voltar a jogar. Você não tem o parâmetro de competitividade. Vivenciamos esse jogo parecido ano passado. Havíamos vencido o Atlético-PR antes da parada da Copa do Mundo, fizemos uma vantagem lá (em Curitiba). E o jogo no Mineirão foi mais arrastado, com dificuldades das duas equipes para impor um jogo mais forte que, quando você está em competição, é mais natural, característico de mata-mata. É isso que temos que resolver, nos prepararmos bem, para fazermos aquilo que precisa ser feito como mandante-opinou Mano.

Mano usou da estratégia de reduzir a pressão sobre os seus jogadores para eles se focarem apenas no clássico diante do Atlético-MG(Bruno Haddad/Cruzeiro)
Mano usou da estratégia de reduzir a pressão sobre os seus jogadores para eles se focarem apenas no clássico diante do Atlético-MG(Bruno Haddad/Cruzeiro)
Foto: Lance!

O técnico estrelado é veemente ao dizer que esse tipo disputa não possui favorito, ainda mais em se tratando de um clássico local.

-O jogo por si só é peculiar, porque traz a tradição, a disputa, a rivalidade. Somando-se a esses ingredientes todos temos o fato de ser um jogo decisivo, que aponta um dos semifinalistas da Copa do Brasil. Imagino uma disputa parelha, de detalhes, como sempre acontece- projetou.

Mais uma vez, em um momento de decisão, Mano tem como missão conduzir o time para uma retomada. O técnico celeste, experiente, garante que o elenco tem consciência do que precisa melhorar para que o rendimento volte a ser parecido com o do início da temporada.

-A retomada de uma produção passa por várias etapas. Dentro dessas etapas temos conversas, treinos e muito trabalho. Mas, vamos ver se essa retomada vai acontecer nos jogos, como nesse diante do Atlético-MG. Trabalhamos bem, estamos tentando corrigir aquilo que entendemos que sejam nossos problemas até aqui principais, não perder as virtudes que a equipe teve até agora na temporada, ou retomá-las. É o caminho do trabalho, árduo, mas que só nós temos que fazer- destacou.

O treinador bicampeão da Copa do Brasil aproveitou, também, para garantir uma equipe forte na disputa de 180 minutos diante do rival e diz que não há nada externo que possa atrapalhar a equipe neste momento, mesmo com a crise que o clube vive fora dos campos.

-Nós somos o Cruzeiro. Nós é que temos de ir para dentro de campo e mostrar a capacidade e a grandeza desse grupo, que vem conquistando títulos juntos. Não temos problemas de salário, não temos problemas de nada. O Cruzeiro estará forte na disputa contra o Atlético nas quartas de final. O resto tudo é paralelo- garantiu Mano Menezes.

Cruzeiro e Atlético-MG se enfrentam nesta quinta-feira, 11 de julho, às 20h, no Mineirão.

Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade