0

Klopp e Mourinho lamentam decisão favorável ao City

Técnico do Liverpool tratou decisão como um dia triste para o futebol, enquanto português afirmou que 'a porta do circo está aberta'

14 jul 2020
10h05
atualizado às 10h23
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

A decisão da Corte Arbitral do Esporte (CAS) em reverter a punição que o Manchester City havia sofrido pela Uefa em que ficaria banido de competições europeias por duas temporadas repercutiu de forma negativa entre os técnicos da Premier League. Jurgen Klopp e José Mourinho lamentaram o episódio.

Técnico do Liverpool, Juergen Klopp
24/06/2020
REUTERS/Phil Noble/Pool
Técnico do Liverpool, Juergen Klopp 24/06/2020 REUTERS/Phil Noble/Pool
Foto: Reuters

O alemão afirmou que os clubes ricos "podem fazer o que quiser", embora goste da ideia do Fair Play Financeiro.

"Eu não acho que ontem foi um bom dia para o futebol. O Fair Play Financeiro é uma boa ideia. Serve para proteger times e competições para que ninguém gaste além do que pode e garantir que o dinheiro gasto vem de fontes corretas", declarou.

Já o português foi mais enfático em suas críticas e não poupou as palavras para a decisão tomada pelo CAS: "A porta do circo está aberta. É uma decisão vergonhosa. Se o City não foi culpado, você não deveria ser punido com multa de 10 milhões de euros (R$ 60 milhões); Se eles são culpados, a decisão é uma desgraça e eles deveriam ser banidos de competições. É o fim do Fair Play Financeiro".

Apesar de não ser punido de jogar a próxima Liga dos Campeões, os ingleses receberam uma multa, mas comemoraram a decisão e fazem planos para a próxima temporada, tanto no que se refere a manutenção do atual elenco, extensão de contrato de Guardiola e contratação de novas peças.

Veja também:

Colunista do L! critica falha na coleta dos exames da Covid-19 em jogos do Brasileiro
Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade