0

Jair fala em 'final' contra o Vasco, mas diz: 'O Corinthians não cai'

Técnico mostrou confiança na permanência na Série A mesmo depois de tropeço contra o o Cruzeiro em Belo Horizonte. Ele falou em decisões contra Vasco e Chapecoense

15 nov 2018
00h42
  • separator
  • comentários

O Corinthians perdeu para o Cruzeiro nesta quarta-feira no Mineirão por 1 a 0, está próximo da zona do rebaixamento, mas o técnico Jair Ventura mostrou confiança em entrevista coletiva após a partida. O comandante falou em uma final contra o Vasco no próximo sábado, na Arena, mas assegurou que o Timão não será rebaixado.

Jair Ventura, em Belo Horizonte (Foto: Fernando Michel)
Jair Ventura, em Belo Horizonte (Foto: Fernando Michel)
Foto: Lance!

- A gente sabe que o Corinthians não cai, tem a situação por causa do momento,, mas não cai, não é porque estou falando, é pela qualidade do meu grupo - afirmou o técnico, que ainda repetiu depois que o Corinthians não cai.

No entanto, a situação do Corinthians é complicada. A equipe se manteve na 13ª colocação com 40 pontos, e ficará a dois acima do Z4 se a Chapecoense não perder para o Botafogo nesta quinta-feira. Hoje, a diferença é de três. Por isso, Jair falou em finais contra Vasco, no próximo sábado, e Chapecoense, os dois jogos que restam em casa.

- São finais, decisões, jogos que a responsabilidade é toda nossa. Respeitamos o Vasco, mas temos de fazer nossa lição de casa, vencer diante de nossa torcida, mas também buscar ponto fora contra o Atlético-PR - analisou o treinador.O Corinthians completou um turno sem vencer fora de casa. São quatro jogos restantes, ainda encara Atlético-PR e Grêmio fora, esse na última rodada.

Confira abaixo mais trechos da coletiva de Jair:

Conversa com a diretoria
Não posso pensar em 2019 e deixar de fazer o melhor hoje, seria egoísmo da minha parte. Somos responsável pelo lugar que estamos, temos de fazer o melhor agora. Nem passa pela minha cabeça 2019, é decisão da diretoria.

Pressão
Quando você veste uma camisa como essa do Corinthians, a pressão está no pacote e sempre será gigante.

Mais uma vez com homem a menos
Triste semelhança, jogar jogo grande com um jogador a menos, atrapalha bastante. Mas o Fábio fez grandes defesas, criamos, foi parelho na posse, mas não conseguimos colocar a bola para dentro como conseguimos contra o São Paulo. Claro que é muito mais difícil, para qualquer equipe do mundo.

Demora para reagir
A gente vem se cobrando sobre isso. A gente precisa sofrer um gol, perder um companheiro, para melhorar na partida. A gente se cobra bastante sobre isso, já iniciar bem, jogar bem os 90 minutos. A gente vem se cobrando, aconteceu nos dois últimos jogos.

Lance!

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade