PUBLICIDADE

Gabigol inicia terceira Libertadores pelo Flamengo e pode superar Zico

Camisa 9 é esperança de gols no Flamengo, que busca o Tri da América em 2021

20 abr 2021 06h03
| atualizado às 11h28
ver comentários
Publicidade

Autor dos dois gols do Flamengo na primeira decisão única da Libertadores, em 2019, Gabriel Barbosa já está na história - tanto do clube da Gávea quanto da Copa. Nesta terça, o camisa 9 inicia sua terceira edição da competição vestindo o Manto com a possibilidade de alcançar novos feitos de tamanha importância, como igualar - e, quem sabe, superar - o número de gols de Zico no torneio.

Gabriel Barbosa comemorando um dos 11 gols que tem pelo Flamengo na Libertadores (Foto:  Alexandre Vidal / CRF)
Gabriel Barbosa comemorando um dos 11 gols que tem pelo Flamengo na Libertadores (Foto: Alexandre Vidal / CRF)
Foto: Lance!

Com Gabigol & Cia, o Flamengo estreia no Grupo G da Libertadores nesta terça, às 21h30 (de Brasília), contra o Vélez Sarsfield em Buenos Aires. A partida terá transmissão em tempo real do LANCE!. Confira a tabela completa da Copa aqui!

Com 11 gols em 2019 e 2020, Gabriel Barbosa já é o segundo maior artilheiro do Flamengo, atrás apenas de Zico - que soma 16 gols e também é o goleador do clube levando em consideração todos torneios, com 508 bolas na rede.

O melhor desempenho de um atleta do Flamengo na Copa Libertadores segue sendo do Galinho do Quintino, que, com 11 gols em 1981, foi decisivo na conquista do primeiro título continental do Rubro-Negro. Nas finais contra o Cobreloa (CHI), que teve ida no Rio de Janeiro, volta em Santiago, e desempate em Montevidéu, Zico marcou os quatro gols que garantiram o título ao clube.

No Bi, em 2019, o atacante Gabriel Barbosa marcou nove gols, sendo dois na decisão contra o River Plate, da Argentina, no Monumental de Lima, no Peru. De virada, o triunfo veio com gols históricos aos 43 e 46 minutos da etapa final.

Confira mais números de Gabigol e Zico, pelo Flamengo, na Libertadores:

Zico

- 21 jogos: 11 vitórias, 6 empates e 4 derrotas

- 16 gols: maior artilheiro do clube

- 1 título: decisivo em 1981 com 11 gols

Gabigol

- 17 jogos: 9 vitórias, 4 empates e 4 derrotas

- 11 gols: artilheiro em 2019 com nove gols

- 1 título: marcou os dois gols da final de 2019

Lance!
Publicidade
Publicidade