PUBLICIDADE

Ex-Galo, Bangu e Botafogo, Marinho morre em Belo Horizonte

Ex-atacante estava internado no CTI em um hospital da capital mineira. Marinha sofria de uma infecção no pâncreas.

15 jun 2020 15h04
| atualizado às 15h18
ver comentários
Publicidade
Marinho foi eleito o melhor jogador do Brasileirão 1985, e foi vice-campeão com a camisa do Bangu (Foto: Reprodução/ SporTV)
Marinho foi eleito o melhor jogador do Brasileirão 1985, e foi vice-campeão com a camisa do Bangu (Foto: Reprodução/ SporTV)
Foto: LANCE!

Nesta segunda, faleceu o ex-atacante Marinho, ídolo do Bangu, com passagens por clubes como Botafogo e Atlético-MG. Aos 66 anos, ele estava internado e entubado no CTI (Centro de Tratamento Intensivo) em um hospital de Belo Horizonte, em decorrência de uma infecção no pâncreas.

Nascido em Belo Horizonte, Marinho foi revelado nas categorias de base do Galo e chegou ao profissional do clube mineiro em 1974, ficou até 1978 e retornou em 1982. Com a camisa alvinegra, ele participou de 118 jogos e marcou 21 gols. Ao todo, ele conquistou os Campeonatos Mineiro de 1976 e 1978 e a Taça Minas Gerais de 1976.

Além do Atlético, Marinho defendeu as cores do América-SP, Bangu, Botafogo, Entrerriense e São Cristóvão. No exterior, teve uma passagem pelo San José, da Bolívia.

No entanto, o auge de sua carreira foi em 1985, quando chegou à final do Campeonato Brasileiro pelo Bangu e foi eleito o melhor jogador da competição, sendo convocado pela seleção brasileira. Três anos depois, ele foi contratado pelo Botafogo e se consagrou bicampeão carioca.

Após pendurar as chuteiras, o ex-jogador tornou-se treinador e esteve à frente de duas equipes do Rio de Janeiro: Bangu e Juventus.

 

Lance!
Publicidade
Publicidade