PUBLICIDADE

Escobar sobre Dunga: "Tem raiva e alimenta ódio por 9 anos"

Ex-técnico da Seleção reacendeu polêmica da Copa de 2010 e disse que se arrependeu de desculpar o jornalista. Escobar diz que 'não quer treta, mas que precisa se defender'

19 jul 2019 13h15
| atualizado às 13h45
ver comentários
Publicidade
Escobar disse que Dunga 'alimenta um ódio há nove anos'. Atrito aconteceu em Copa do Mundo (Foto: Reprodução)
Escobar disse que Dunga 'alimenta um ódio há nove anos'. Atrito aconteceu em Copa do Mundo (Foto: Reprodução)
Foto: LANCE!

Durante a Copa do Mundo de 2010, Dunga, então técnico da Seleção Brasileira, entrou em conflito com Alex Escobar, apresentador da TV Globo. Nove anos depois, o treinador disse, ao canal Desimpedidos, que se arrependeu de fazer as pazes com o jornalista e o chamou de "mentiroso e tendencioso". Nesta sexta-feira, Escobar respondeu e relembrou o episódio na África do Sul.

"Dessa vez o Dunga mandou muito mal, pior do que naquele episódio que me xingou. Ali ele achou que eu balancei a cabeça porque não tive privilégio. Ele achou uma coisa e reagiu daquela forma, por isso nunca tive bronca dele. Mas dizer que sou tendencioso e mentiroso aí já é demais. Dunga ficou com raiva de mim e alimenta esse ódio por nove anos. É incrível", disse Escobar.

O que disse Dunga

Em 2010, Dunga chamou Escobar de "cagão", mas ambos se encontraram depois e se cumprimentaram cordialmente, conforme explica o jornalista. Ao Desimpedidos, Dunga relembrou, novamente, uma atitude de Escobar na Copa.

"Ele foi ao programa da Fátima Bernardes e disse que enquanto a Holanda estava na praia, o Brasil estava enclausurado. Só que ele errou as datas, porque na África do Sul, com 10 graus, ninguém vai à praia, né? A Holanda ia na praia em 2014 (Brasil). Você vê como o profissional é tendencioso. Me arrependi. Gosto de tratar com as pessoas que são sinceras e mantém a palavra", disse Dunga.

A defesa de Escobar

Escobar se defendeu das novas acusações de Dunga, ressaltando que viu a seleção da Holanda no calçadão, com fãs, em frente ao hotel. Além disso, pontuou que "não quer treta", mas que tem que se defender.

"Dizer que sou tendencioso. É um fato, (a seleção da Holanda) estava na praia, tirando fotos com torcedores, encontrando mulheres, filhos, de boa. Aí é covardia. Não quero alimentar treta, mas tem hora que preciso me defender", disse, e completou: "Dunga, você não tinha condição de saber se estava sol ou chuva porque todas as cortinas do hotel estavam fechadas. Eu estava correndo, estava sol aquele dia, fui até a praia correr, passei em frente ao hotel da Holanda e alguns estavam ali no calçadão, com familiares, tirando fotos com torcedores", finalizou.

Veja também:

Os zagueiros mais caros da história:

 

Lance!
Publicidade
Publicidade