1 evento ao vivo

Daniel Alves escreve para Bolsonaro: 'Deveria prezar pelo bem do povo'

Jogador se manifesta após presidente dizer em rede nacional que o país precisa voltar à normalidade a abandonar o isolamento social aconselhado pela OMS

25 mar 2020
00h53
atualizado às 13h20
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Daniel Alves, capitão do São Paulo e da Seleção Brasileira, manifestou-se em seu Instagram sobre o discurso do presidente da República, Jair Bolsonaro, na noite desta terça-feira, sobre a pandemia do novo coronavírus.

Bolsonaro voltou a falar em "histeria" motivada pela mídia e declarou que o país deve voltar à normalidade, indo contra as recomendações da Organização Mundial da Saúde, que sugere isolamento social para conter o avanço da COVID-19.

- O vírus chegou, está sendo enfrentado por nós e brevemente passará. Nossa vida tem que continuar, os empregos devem ser mantidos, o sustento das famílias deve ser preservado. Devemos, sim, voltar à normalidade. Algumas poucas autoridades, estaduais e municipais, devem abandonar o conceito de terra arrasada. A proibição de transportes, o fechamento de comércio e o confinamento em massa - disse o presidente.

Em sua manifestação, Daniel Alves escreveu que ele deveria prezar pelo bem do país e de seu povo.

A postagem de Daniel Alves em seu Instagram - FOTO: Reprodução
A postagem de Daniel Alves em seu Instagram - FOTO: Reprodução
Foto: Lance!
Ver essa foto no Instagram

Senhor presidente, respeito muito a sua presidência, respeito muito a vossa senhoria, masssss, são muitas famílias e muitas pessoas trabalhando em pro do combate a essa pandemia e o senhor como a pessoas mais importante desse país, deveria também presar pelo o bem do nosso país e do nosso povo. É um momento muito difícil para o mundo e para nossa população, não devemos desfazer dessa situação, sobre tudo se não temos cura para ela. Como um humilde cidadão eu venho expressar a minha opinião, pois não quero viver sem poder compartilhar momentos com as pessoas nem viver com medo delas. !!QUE DEUS ABENÇOE O BRASIL E O MUNDO!! #FiquemEmcasaPeloAmorAoProximo #QueDeusNosProteja #Amem🙏🏾

Uma publicação compartilhada por Dani Alves (@danialves) em

"Senhor presidente, respeito muito a sua presidência, respeito muito vossa senhoria, mas são muitas famílias e muitas pessoas trabalhando em prol do combate a essa pandemia e o senhor, como a pessoa mais importante desse país, deveria também prezar pelo bem do nosso país e do nosso povo. É um momento muito difícil para o mundo e para nossa população, não devemos desfazer dessa situação, sobretudo se não temos cura para ela. Como um humilde cidadão eu venho expressar a minha opinião, pois não quero viver sem poder compartilhar momentos com as pessoas nem viver com medo delas!! QUE DEUS ABENÇOE O BRASIL E O MUNDO!!", postou o são-paulino, com a hashgtag "fique em casa por amor ao próximo".

Na manhã desta quarta-feira, Daniel usou o Twitter para responder a um seguidor que o contrapôs dizendo que "o presidente está vendo o lado de pessoas como eu, pai de família, autônomo, sem conforto algum, sem renda ao final do mês, sem reserva para ficar tanto tempo parado".

"Então ele deveria cuidar de vocês nesse período difícil em vez de mandá-los para a rua, ele deveria ajudar vocês com o tempo que estiverem parados.... por e para isso se supõe que pagamos imposto, não? Mais importante que dinheiro é saúde e se não tem saúde, não tem nada!", escreveu o atleta.

O próprio São Paulo se manifestou em suas redes sociais sobre o tema pouco depois da fala de Bolsonaro, reforçando o pedido para que as pessoas mantenham o isolamento social. Na capital paulista, por exemplo, começou a valer nesta terça-feira a quarentena obrigatória imposta pelo governador João Dória. Apenas unidades de comércio que oferecem serviços essenciais à população podem funcionar.

Veja também:

Lembre os jogos que o São Paulo está sem perder no Brasileirão
Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade