4 eventos ao vivo

'Bola para casa': Luiz Adriano lembra Champions em 1º hat-trick na Liberta

Com marca que só Messi tem igual no torneio europeu, centroavante fez três gols na vitória do Palmeiras sobre o Guaraní-PAR e virou o terceiro a ter hat-tricks nas duas competições

11 mar 2020
07h04
atualizado às 07h04
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

"Vai para a estante da minha casa." Foi assim que Luiz Adriano deixou o Allianz Parque, com uma das bolas utilizadas na vitória por 3 a 1 sobre o Guaraní. O atacante do Palmeiras tornou-se o terceiro da história a fazer três gols em uma mesma partida tanto na Libertadores quanto na Liga dos Campeões da Europa e acumular marcas positivas.

Luiz Adriano fez três gols sobre Guaraní e levou a bola do jogo para casa (Cesar Greco/Agência Palmeiras/Divulgação)
Luiz Adriano fez três gols sobre Guaraní e levou a bola do jogo para casa (Cesar Greco/Agência Palmeiras/Divulgação)
Foto: Lance!

Agora, Luiz Adriano se igualou a Neymar, que tem hat-trick na Libertadores, pelo Santos, e na Europa, por Barcelona e Paris Saint-Germain, e a Jadson, meia com a mesma marca por Corinthians, na América do Sul, e Shakhtar Donetsk, na Champions. O atual camisa 10 do Verdão ainda ostenta mais marcas.
No Velho Continente, só ele e Messi tem cinco gols em um jogo de Champions. O brasileiro alcançou o feito pelo Shakhtar (é o maior artilheiro da história do clube, com 130 gols) em 21 de outubro de 2014, na goleada por 7 a 0 sobre o BATE Borisov - na mesma partida, tornou-se o primeiro jogador da história da Liga dos Campeões a marcar quatro gols antes do intervalo. Messi fez cinco no 7 a 1 do Barcelona sobre o Bayer Leverkusen, em 7 de março de 2012.

Luiz Adriano já fez três gols em um mesmo jogo outras três vezes pelo Shakhtar Donetsk: em 22 de setembro de 2010, pela Taça da Ucrânia, na goleada por 6 a 0 sobre o Krivbas, em 20 de novembro de 2012, pela Liga dos Campeões, na vitória por 5 a 2 sobre o Nordsjaelland, e em 5 de novembro de 2014, no 5 a 0 sobre o BATE Borisov, pela Champions. No Palmeiras, fora o da última terça-feira, já tinha atingido a marca em vitória por 3 a 0 sobre o Fluminense, em 10 de setembro de 2019, pelo Campeonato Brasileiro.

Especificamente em torneios continentais, Luiz Adriano se mostra especialista. Pela Libertadores, são quatro partidas com a camisa do Palmeiras e cinco gols: fora os três diante do paraguaio Guaraní, marcou na derrota por 2 a 1 para o Grêmio, nas quartas de final da edição do ano passado, e abriu a vitória por 2 a 0 sobre o Tigre, na estreia alviverde em 2020. São quatro gols só na edição atual, tornando-o artilheiro se forem excluídos gols anteriores à fase de grupos.

- É a dedicação do trabalho. Infelizmente, eu não estava marcando gols, e atacante vive de gols, mas fico muito feliz de marcar três gols na Libertadores, em casa, em um jogo muito importante. Agradeço aos companheiros que me ajudaram nessa marca. Tenho três jogadores qualidade ao meu lado, recebi três assistências boas e consegui marcar - comemorou Luiz Adriano.

- Estou trabalhando. É muito importante fazer gols, o centroavante vive de gol. Mas o importante são as vitórias e ajudar meus companheiros da melhor maneira - continuou o centroavante, que tem 26 partidas e 12 gols pelo Palmeiras, que defende desde a metade do ano passado.

Veja também:

Flamengo encostou no Palmeiras! Confira o ranking de maiores campeões nacionais do Brasil
Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade