4 eventos ao vivo
Logo do Jogos Pan-Americanos
Foto: terra

Jogos Pan-Americanos

Ginasta diz não ser mais invisível e festeja Brasil na elite

Caio Souza ficou próximo de conquistar uma medalha do individual geral em Toronto

14 jul 2015
08h46
atualizado às 09h30
  • separator
  • 0
  • comentários

Quarto melhor no individual geral, o ginasta brasileiro Caio Souza afirmou que não há qualquer "frustração" por ter ficado tão próximo da conquista de uma medalha de bronze nos Jogos Pan-Americanos de Toronto. O ginasta chegou a ficar entre os melhores durante os cinco primeiros aparelhos, mas acabou superado no fim após a apresentação na barra fixa.

"Frustração nunca. Eu estou muito feliz. Entrei aqui com a cabeça muito alegre. São anos e anos de treinamento e dias e dias de ginásio. Estou feliz com que eu fiz e super contente com a minha prova. Dou os parabéns para os três do pódio, mas estou saindo com a medalha de ouro pelo que fiz", desabafou Caio, 21 anos.

Caio Souza é um dos destaques da ginástica do Brasil em Toronto
Caio Souza é um dos destaques da ginástica do Brasil em Toronto
Foto: Osmar Portilho / Terra

Menos badalado que outros ginastas brasileiros como Arthur Zanetti, Sergio Sasaki e Diego Hypólito, Caio afirmou que ficou contente com o desempenho na decisão do individual geral. "Entre aspas sou um cara que nunca apareceu. Antes do Mundial de 2014, eu operei e fiquei de fora. Eu também não fui bem no evento pré-Pan aqui. Estou até sem palavras e pelo trabalho que fiz. Me esforcei ao máximo e isso resultou na colocação", completou.

De acordo com o ginasta, os bons resultados da equipe brasileira estão ajudando a provocar mais respeito dos rivais nas competições internacionais. "Vão olhar com outros olhos e ver que o Brasil é uma elite do mundo", comentou.

Caio Souza tem a chance de brigar por mais duas medalhas em Toronto. Bronze por equipes, o brasileiro estará de volta para as finais das barras paralelas e do salto.

 

Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade