0

Natação brasileira chega à marca de 50 medalhas no Parapan

17 nov 2011
08h45

Os Jogos Parapan-Americanos têm sido motivo de orgulho para os brasileiros, já que, a cada dia de competição, o Brasil conquistas mais vitórias, confirmando-se como primeiro colocado com 40 medalhas de ouro, à frente dos Estados Unidos, que reúne 24. Só na tarde da última quarta-feira, a natação brasileira ganhou 14 medalhas, quatro delas de ouro, chegando à marca de 50 em quatro dias de evento. Já são 17 de ouro, 13 de prata e 20 de bronze - o México, segundo colocado na piscina, tem 37 medalhas, sendo 13 de ouro.

Veja o quadro de medalhas dos Jogos Parapan-Americanos de Guadalajara

Daniel Dias ganhou duas medalhas douradas, com recordes Parapan-Americanos nos 100m peito SB4 (1m37s31) e nos 200m medley SM6 (2m51s). Já são cinco ouros de Daniel em cinco provas disputadas. No Parapan do Rio, em 2007, ele conquistou oito ouros e pode superar essa marca nas quatro provas que ainda vai participar nos próximos três dias.

Andre Brasil ganhou seu quarto ouro em quatro provas, dessa vez nos 400m livre S10, somando oito ouros em dois Parapans. O outro ouro brasileiro do dia foi conquistado por Vanilton Filho nos 400m livre S9. Aos 18 anos, Vanilton subiu ao topo do pódio pela terceira vez neste Parapan - além de um bronze -, despontando como uma das revelações da natação brasileira nos Jogos.

O Brasil ganhou ainda três medalhas de prata e sete de bronze nesta quarta-feira. A primeira prata foi de Phelipe Andrews Rodrigues, nos 400m livre S10, formando uma dobradinha verde-amarela com Andre no pódio. As outras foram de Moisés Batista, nos 50m peito SB3, e de Camille Rodrigues, nos 400m livre S9.

Os atletas que ganharam bronze para o Brasil são: Ronaldo Santos (50m livre S7); Genezi Andrade (50m peito SB2); Francisco Avelino (100m peito SB4); Letícia Lucas (100m peito SB4); Susana Ribeiro (400m livre S9); Gutemberg Ferraz (100m costas S14); e Adriano de Lima (200m medley SM6).

Joana Silva é uma das promessas de ouro da natação brasileira nesta quinta-feira, na prova dos 50m livre S5 (S4). A atleta demonstra dentro da piscina que seu 1,23m de altura não é uma barreira para a vitória. No dia 15, ganhou a prova dos 50m borboleta S5, batendo o recorde parapan-americano, com a marca de 50s61.

O quinto dia de provas é o mais curto do programa da natação, com apenas sete disputas e 21 medalhas em jogo. O Brasil é favorito também com Daniel Dias nos 50m livre S5 - em mais uma possível dobradinha com Clodoaldo Silva -, Adriano de Lima, nos 100m livre S6, e com a equipe do revezamento 4x50m medley até 20 pontos (a soma das classes dos quatro atletas não pode ultrapassar 20), formada por Daniel Dias, Ivanildo Vasconcelos, Jeferson Amaro e Adriano de Lima.

Andre Brasil é destaque na piscina, com quatro ouros conquistados em quatro provas disputadas
Andre Brasil é destaque na piscina, com quatro ouros conquistados em quatro provas disputadas
Foto: Fernando Maia / FOTOCOM.NET / CPB / Divulgação
Fonte: Terra
publicidade