PUBLICIDADE

Jogos de Paris

Surf: Tatiana Weston-Webb avança direto e três brasileiros enfrentam a repescagem no Pan 2023; confira

Dia do Brasil no Surf Shortboard foi de dificuldades, mas surfistas conseguem recuperação de forma geral

26 out 2023 - 18h49
(atualizado às 22h45)
Compartilhar
Exibir comentários
Brasil enfrenta dificuldades, mas se recupera no dia de Surf Shortboard dos Jogos Pan-Americanos 2023
Brasil enfrenta dificuldades, mas se recupera no dia de Surf Shortboard dos Jogos Pan-Americanos 2023
Foto: William Lucas/COB / Esporte News Mundo

Nesta quinta-feira (26), quatro representantes do Brasil disputaram as provas de Shortboard no Surf, no 6º dia dos jogos Pan-Americanos. No geral, uma brasileira conseguiu avançar de forma direta nas rodadas principais, dois representantes tiveram revés nas provas, mas enfrentaram se recuperaram bem nas repescagens, e uma das surfistas acabou eliminada da competição. Confira o resumo:

SURF FEMININO - SHORTBOARD

De manhã, Silvana Lima acabou sendo superada costarriquenha Leilani McGonagle pelo Main Round 2 feminino. A surfista da Costa Rica acabou sem empenho na primeira onda, mas se redimiu em mais duas ondas, levando uma nota total de 10.03, enquanto a brasileira ficou bem abaixo com 7.07, forçando a repescagem. A curiosidade é que Lima enfrentou um local cheio de pedras, e dificultou bastante para ela.

Na 2ª rodada da repescagem do Surf, Silvana conseguiu se superar e venceu a mexicana Regina Pioli, em quatro ondas, levou com facilidade em um resultado de 10.30 contra 3.30 do surfista do México. Já na 3ª rodada, a brasileira ficou pelo caminho nos Jogos Pan-Americanos, ao ser eliminada pela peruana Aguirre Sol. Ela acabou indo muito abaixo na prova e ficou com somente 4.50 na pontuação, contra 14.67 da adversária.

O melhor desempenho do dia do Brasil no Surf ficou com Tatiana Weston-Webb, que não teve dificuldades diante da canadense Sanoa Dempfle-Olin, e avançou com facilidade para o Main Round 3. Com 15.43 de nota, a atleta conquistou, logo de cara, uma pontuação de 8.00 com uma ótima sequência de rasgadas, enquanto a adversária só conseguiu uma única onda e saiu com 5.17 da prova.

SURF MASCULINO - SHORTBOARD

No Main Round 2 masculino, o brasileiro Krystian Kymerson acabou derrotado para o peruano Miguel Tudela pela manhã. O representante do Peru se superou na primeira bateria com uma nota 7.33, que foi essencial para acumular um total de 12.33, mesmo sem sucesso na última rodada. Já o surfista do Brasil, não superou a primeira parte do adversário, e somou 11.53 no resultado.

Brasileirão 2023: veja as principais estatísticas da competição Brasileirão 2023: veja as principais estatísticas da competição

+ Siga o Esporte News Mundo no FacebookTwitter, YouTube, Instagram, Threads, Koo e TikTok

Com a derrota, Krystian precisou passar pela repescagem do Surf no Pan. Na 2ª rodada da fase, teve que enfrentar o também brasileiro Marcos Correa. Desta vez, no duelo verde e amarelo, Kymerson desencantou e avançou para a 3ª rodada da fase, levando uma nota 14.50 contra 4.50 de Correa. O principal destaque foi na segunda onda, quando conseguiu um resultado de 8.00.

Na 3ª parte, o brasileiro seguiu em recuperação e foi melhor que o argentino Leandro Usuna. Mesmo com o surfista da Argentina conseguindo duas ondas a mais, as tentativas não foram as melhores, e ele ficou com nota 9.00. Por outro lado, o representante verde e amarelo seguiu firme no Pan-Americano e pontuou em 13.86 nas médias das duas melhores ondas, e avançou para a 4ª fase.

Esporte News Mundo
Compartilhar
Publicidade
Publicidade