PUBLICIDADE

Jogos de Paris

No dia da medalha 100 para o Brasil, veja o resumo deste domingo no Pan

Este domingo (29) ficou marcado como dia em que o Brasil conquistou sua centésima medalha neste Pan-Americano. Com destaques para o ouro de Laura Pigossi e quebra de jejum histórico no Tênis, o Time Brasil ainda brilhou no basquete feminino, judô e na canoagem slalom. Agora o Brasil assume a terceira posição no quatro de […]

29 out 2023 - 22h04
(atualizado em 30/10/2023 às 10h07)
Compartilhar
Exibir comentários
Laura Pigossi comemora o ouro no Pan-Americano de Santiago 2023.
Laura Pigossi comemora o ouro no Pan-Americano de Santiago 2023.
Foto: Alexandre Loureiro/COB / Esporte News Mundo

Este domingo (29) ficou marcado como dia em que o Brasil conquistou sua centésima medalha neste Pan-Americano. Com destaques para o ouro de Laura Pigossi e quebra de jejum histórico no Tênis, o Time Brasil ainda brilhou no basquete feminino, judô e na canoagem slalom. Agora o Brasil assume a terceira posição no quatro de medalhas, somente atrás dos Estados Unidos e México. São 33 ouros, 39 pratas e 33 bronzes, para os brasileiros, totalizando 105 medalhas no Pan de Santiago.

Tênis

Em dia histórico para o tênis brasileiro, Laura Pigossi vence o ouro para o Brasil no Pan-Americano, após 36 anos. A brasileira derrotou a argentina Lourdes Carle por 2 sets a 0, com parciais de 6/2 e 6/3. A última tenista brasileira a vencer o Pan, havia sido Gisele Miró em Indianápolis 1987.

No masculino, em disputa brasileira pelo terceiro lugar, Thiago Monteiro venceu Gustavo Heide por 2×1 e ficou com o bronze. Em partida muito disputada, o resultado só foi decidido no tiebreak, as parciais foram de 6/1, 3/6 e 6/7(7).

Basquete Feminino

Na final contra a Colômbia, a seleção brasileira feminina de basquete venceu o ouro pan-americano em Santiago. Com resultado final de 50×40, as brasileiras foram lideradas por Erika Souza, que anotou 13 pontos e 12 rebotes. Esse é o quinto título do Brasil na história do torneio

Judô

Em mais um dia de Judô no Pan-Americano, a delegação brasileira saiu com quatro medalhas, sendo dois ouros, um prata e um bronze. Na categoria dos 73kg, Gabriel Falcão subiu no topo do pódio, após lesão do compatriota Daniel Cargnin, que ficou com a segunda colocação. Guilherme Schimidt (81kg) também conquistou a medalha dourada, com vitória contra o chileno Jorge Perez. A outra medalha brasileira do dia foi na conta de Ketleyn Quadros, que faturou o bronze nos 63kg femininos.

Canoagem Slalom

Nos rios de Santiago, o Brasil conquistou três ouros na canoagem slalom. Duas com Ana Satila (C1 e K1 Extremo) e uma com Guilherme Mapelli (Kayak Cross K1). Além deles, a delegação brasileira ainda faturou três pratas: Kaua Silva (C1), Pedro Gonçalves (k1) e Omira Neta (k1).

Águas Abertas

Na natação em mar aberto, Ana Marcela Cunha e Viviane Jungblut, trouxeram a prata e o bronze para a delegação brasileira. Ambas disputaram a prova dos 10km, que foi vencida pela norte-americana Ashley Twichell. Vale lembrar que Viviane já havia vencido o bronze nas piscinas de Santiago, na disputa dos 800m livre.

Futebol Masculino

Pela última rodada da fase de grupos do Pan, a seleção brasileira venceu Honduras por 3×0 e garantiu a primeira colocação. Os gols foram marcados por Ronald, Gustavo Martins e Thauan Lara. Com isso, o Brasil enfrenta o México pela semifinal do torneio, na próxima quarta-feira, às 20h.

Marcha Atlética

A marcha atlética viveu um dia conturbado em Santiago, devido uma grande confusão na marcação do trajeto na categoria feminina. A prova que deveria ter 20km de extensão, foi finalizada com apenas 17, aproximadamente. Porém, o problema foi resolvido para a disputa da corrida masculina, onde Caio Bonfim faturou a medalha de bronze para o Time Brasil.

Hipismo CCE

No hipismo, os brasileiros garantiram lugar no pódio nas duas disputas do dia. Na modalidade individual, Márcio Jorge ficou com o bronze. O mesmo cavaleiro também disputou a prova por equipes, na qual o time brasileiros ficou com o bronze. Os outros integrantes do time são Rafael Losano, Carlos Parro e Ruy Fonseca. Com a terceira colocação, o quarteto garantiu a classificação para as Olimpíadas de Paris 2024.

Handball

Ainda hoje, a seleção brasileira de handball enfrenta a Argentina pela final deste Pan-Americano. A partida acabou sofrendo um atraso de uma hora, e está marcada para começar às 22h deste domingo (29).

Esporte News Mundo
Compartilhar
Publicidade
Publicidade