0

Ex-técnico acusado de abuso sexual no Brasil é banido da ginástica

31 mar 2019
23h17
atualizado às 23h17
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O escândalo causado pela acusação de abuso sexual e moral ao ex-treinador de ginástica Fernando de Carvalho Lopes custou caro. O antigo técnico do Mesc, em São Bernardo do Campo, acabou banido da modalidade em julgamento realizado no Pleno do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) da CBG (Confederação Brasileira de Ginástica).

A pena foi aplicada de forma unânime e, segundo comunicado da CBG, acabou baseada no Código de Conduta e Estatutos da FIG (Federação Internacional de Ginástica). Houve aplicação de punições máximas por quatro vezes (uma em relação a cada atleta vítima denunciante) em cada artigo da denúncia já realizada pelo Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD)

O julgamento no tribunal de última instância desportiva da Ginástica foi realizado na sede da OAB de Aracaju (SE). Além da Confederação Brasileirão, serão comunicados da decisão a Federação Internacional de Ginástica e o Comitê Olímpico Internacional.

Ex-técnico da Seleção Brasileira,  Fernando de Carvalho Lopes teve seu nome relacionado a abusos de ao menos 40 jovens ginastas. Ele deixou a equipe verde-amarela de ginástica no dia 14 de julho de 2016, um mês antes dos Jogos Rio-2016, logo após um menino de 13 anos resolver revelar aos pais o que vinha sofrendo do treinador durante treinamentos no clube de São Bernardo do Campo (SP). A partir daí, outros atletas reforçaram os relatos contra o profissional.

Veja também:

Saiba como está a preparação do Botafogo para a estreia do Brasileirão
Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade