1 evento ao vivo

Sob forte pressão, São Paulo recebe o Coritiba para vencer a primeira neste ano

Equipe do técnico Fernando Diniz soma quatro tropeços, sendo que o último foi uma goleada sofrida para o Inter por 5 a 1

23 jan 2021
05h12
atualizado às 05h12
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O São Paulo está em xeque no Campeonato Brasileiro. O clube do Morumbi, que chegou a liderar a competição com sete pontos de vantagem, hoje amarga uma sequência de quatro jogos sem vencer no torneio, o que possibilitou ao Internacional assumir a ponta da tabela. Agora, diante do Coritiba, neste sábado, às 19 horas, os comandados de Fernando Diniz tentam reagir para que voltem a sonhar com o título nacional.

Em reflexo à má fase da equipe, torcedores foram ao CT da Barra Funda nesta sexta-feira para protestar. O técnico Fernando Diniz e os jogadores Daniel Alves, Tchê Tchê e Vitor Bueno foram os principais alvos da manifestação. Raí, ídolo e dirigente até o fim do Brasileiro, também foi cobrado.

A derrota por 5 a 1 para o Inter na quarta-feira foi a gota d'água para a torcida. Em resposta, Raí e Daniel Alves concederam entrevistas e defenderam o trabalho de Fernando Diniz. O camisa 10 chegou a dizer que o trabalho do comandante à frente da equipe é "espetacular", mesmo após a sequência de três derrotas e um empate nos últimos quatro compromissos no Brasileirão.

Uma vitória em casa contra o Coritiba pode marcar a reação do São Paulo e a retomada da liderança. Além de amenizar as pressões internas e externas, Diniz tem a missão de elevar o ânimo da equipe. O elenco fica visivelmente abalado quando sofre gols, e no caso dos jogos contra Inter e Bragantino, os adversários balançaram as redes logo nos primeiros minutos dos duelos.

O São Paulo também precisa torcer por resultado positivo do Grêmio, já que o tricolor gaúcho encara o Inter no domingo, no Beira-Rio. Um revés da equipe de Abel Braga e um triunfo sobre no Morumbi colocaria o clube paulista de volta na liderança. O Coritiba é apenas o 18.ª colocado com 26 pontos.

Para o compromisso deste sábado, Diniz terá a volta de Arboleda, que esteve ausente por suspensão e deve retornar à titularidade. Os desfalques ficam por conta de Walce e Liziero, que passaram por cirurgias, além de Hernanes e Toró, que ainda estão em recuperação da covid-19. Diniz pode optar pela volta de Igor Gomes no lugar de Tchê Tchê. Luciano também deve permanecer no ataque ao lado de Brenner.

Adversário do São Paulo, o Coritiba terá inúmeros problemas para o jogo. O time será comandado novamente pelo auxiliar Júlio Sérgio, já que Gustavo Morínigo está em quarentena após testar positivo para a covid-19. Outros desfalques certos são o zagueiro Sabino, o lateral Guilherme Biro e o atacante Robinho, também com a doença, além de Robson, expulso no empate por 3 a 3 diante do Fluminense, na quarta-feira.

Nathan Ribeiro e Henrique Vermudt formarão a dupla defensiva. Já o ataque será composto por Neilton e Pablo Thomaz. Recuperado de uma leve lesão que o tirou da partida frente ao Fluminense, Rafinha poderá aparecer entre os titulares. Ele está à disposição do treinador. Na lateral, Jonathan poderá ser improvisado ou até mesmo Natanael.

No entanto, Júlio Sérgio seguirá sem poder contar com o zagueiro Rhodolfo, o lateral Maílton, o volante Matheus Sales, os meias Mattheus Oliveira e Yan Sasse e o atacante Ezequiel Cerutti, todos vetados pelo departamento médico. Ou seja, o grupo está bem reduzido.

"Vamos continuar lutando. Quando você não vê perspectiva tem de ficar preocupado. Quando não vê doação, entrega, qualidade, tem que se preocupar. Mas essa equipe vem demonstrando isso gradativamente desde nossa chegada. E vamos continuar lutando sempre", disse Júlio Sérgio, em tom de confiança.

Há três jogos sem derrotas, o Coritiba tentará seguir reagindo no Brasileirão. O clube paranaense é o 18.º colocado, com 26 pontos, contra 32 do Sport, o primeiro fora da degola.

FICHA TÉCNICA:

SÃO PAULO X CORITIBA

SÃO PAULO - Tiago Volpi; Juanfran, Bruno Alves, Arboleda e Reinaldo; Luan; Daniel Alves, Igor Gomes (Tchê Tchê) e Gabriel Sara; Luciano e Brenner. Técnico: Fernando Diniz.

CORITIBA - Wilson; Jonathan, Nathan Ribeiro, Henrique Vermudt e Natanael; Hugo Moura, Nathan Silva, Matheus Bueno e Luiz Henrique; Pablo Thomaz (Rafinha) e Neilton. Técnico: Júlio Sérgio (auxiliar).

ÁRBITRO: Rodrigo Dalonso Ferreira (SC)

HORÁRIO: 19h.

LOCAL: Morumbi, em São Paulo.

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade