0

Sem Sabino, Coritiba enfrenta o Santos para se afastar da zona de rebaixamento

Após vencer o Palmeiras fora de casa, time paranaense sonha com o segundo triunfo seguido neste sábado

17 out 2020
08h52
atualizado às 08h52
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Em alta após derrotar o Palmeiras em São Paulo, o Coritiba sonha com a segunda vitória consecutiva no Brasileirão para se afastar da zona de rebaixamento no confronto diante do Santos neste sábado, às 19h, no estádio Couto Pereira, na capital paranaense. O técnico Jorginho Campos não poderá contar com o zagueiro Sabino, por questões contratuais.

O lateral Jonathan e o zagueiro Rodolfo Filemon, em quarentena por terem contraído o novo coronavírus, seguem de fora. O treinador, no entanto, terá o retorno do zagueiro Nathan Silva, que ficou fora da última partida. Ele, inclusive, deverá assumir o posto de Sabino, ao lado de Henrique Vermudt.

Sem Sabino, Coritiba enfrenta o Santos para se afastar da zona de rebaixamento.
Sem Sabino, Coritiba enfrenta o Santos para se afastar da zona de rebaixamento.
Foto: Divulgação/Coritiba / Estadão

Com a boa fase do atacante Robson, o experiente Ricardo Oliveira deverá seguir como opção no banco de reservas. A principal contratação da equipe na temporada sequer entrou contra o Palmeiras, mas jogou uma pressão nos jogadores da posição que vinham atuando.

"A gente está vendo que nosso elenco está tomando uma forma, e o que a gente quer nesse momento é ficar cada vez mais longe da zona de rebaixamento. Vamos enfrentar mais um adversário difícil que luta na parte de cima da tabela. É concentrar e fazer o máximo dentro de campo para sair novamente com um resultado positivo", disse, esperançoso, o técnico Jorginho Campos.

Sem perder há dois jogos, o Coritiba é o 16º colocado, com 16 pontos, um a mais do que o Bahia, primeiro dentro da zona de rebaixamento. Apesar de fazer 3 a 1 no Palmeiras, o clube paranaense segue tendo o segundo pior ataque da competição, com 13 gols, na frente apenas do seu arquirrival, o Athletico, com 11.

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade